6 técnicas de estudo eficientes para passar no vestibular direto

Técnicas de estudo que vão te ajudar até mesmo a diminuir a ansiedade na hora de prestar a prova

Por: Publi | Comunicar erro

Quem está no último ano do ensino médio e quer ingressar numa boa universidade, se dedica ainda mais aos estudos, não é mesmo? Porém sempre pinta aquela dúvida: vou conseguir passar de primeira no vestibular?

Para te dar uma mãozinha e acabar com esse temor, o blog Novos Alunos, do SEB (Sistema Educacional Brasileiro), listou 6 técnicas de estudo extremamente eficientes que vão fazer com que você consiga entender e armazenar na memória uma quantidade maior de informações, aumentando assim seu desempenho nos estudos. Além disso, uma das técnicas ainda ajuda a diminuir a ansiedade na hora das provas. Confira:

Menina negra prestando vestibular
Crédito: iStockResponder provas anteriores é uma das eficientes técnicas de estudo

Técnicas de Estudo

1) Resolva as provas anteriores

Para você ter mais confiança na hora da prova essa técnica é essencial. Ao resolver questões propostas no vestibular de uma instituição, você já entende como elas são apresentadas, sua estrutura e abordagem, que podem variar bastante de uma universidade para outra. Isso vai te ajudar e muito, a diminuir a ansiedade quando você estiver com a prova em mãos.

Procure resolver o maior número possível de testes. Com isso você vai conseguir identificar suas dificuldades e assim poderá aprender como superá-las fazendo uso dos seus pontos fortes. Tudo isso vai contribuir para que você otimize seu tempo dos estudos. Além disso, na hora da prova é possível que você se depare com uma questão muito parecida com a de outra prova que você já resolveu quando estava estudando.

2) Faça resumos e fichamentos

Depois de ler um texto o que você faz? Fecha o livro e passa para outro texto? Se a resposta for sim, saiba que dessa maneira seu estudo é muito menos eficaz. O ideal é que você leia o material e faça um resumo dele com suas próprias palavras. Ele pode ser estruturado tanto em texto corrido quanto em tópicos. Fazer um resumo dos materiais estudados é uma técnica muito eficiente e que vai te ajudar nessa jornada.

Os fichamentos também são muito eficientes, pois neles é possível fazer uma síntese esquemática do que foi lido. Existem várias formas de fazê-los. Em geral eles contam com os dados mais importantes do capítulo ou do livro estudado e são ótimos mecanismos para fazer você relembrar o que foi abordado. Os fichamentos são ótimos para organizar uma boa bibliografia, por isso eles são tão usados na faculdade, qualquer que seja o curso escolhido.

Cartões de memória é uma das técnicas de estudo para vestibular
Crédito: iStockPesquisa revela que técnica dos cartões é eficiente porque produz um rastro de memória

3) Elabore cartões de memória e teste-se

Em pequenos cartões escreva os conceitos principais de um material estudado, como o livro-texto da matéria, por exemplo. Depois, leia cada um dos cartões e busque na memória uma explicação para aquele conceito, o que ele significa e como se relaciona com o contexto da disciplina. Essa é uma das técnicas mais eficientes de todas.

Se você fizer repetidas vezes o uso dessa técnica será ainda mais eficiente. Segundo uma pesquisa publicada pela Associação de Ciências Psicológicas dos Estados Unidos, coordenada pelo professor John Dunlosky, a técnica dos cartões é eficiente porque produz um rastro de memória bem elaborado, com base nos conhecimentos já adquiridos pelo estudante.

4) Crie mapas mentais

Essa técnica vai ser muito útil para te ajudar a estudar e passar no vestibular de primeira. O mapa é um diagrama com palavras, ícones e flechas, que cria uma ordem lógica e hierárquica entre informações. É a melhor forma de ver a matéria de forma sistêmica, em um só quadro.

Um detalhe importante é que o mapa precisa ser totalmente personalizado e fazer sentido para você. Quer dizer, pode ser que um outro estudante veja seu mapa e não entenda a lógica que você criou. Isto porque, o mapa mental é uma ferramenta pessoal do aluno. Por isso, esqueça baixar mapas prontos na internet. É importante que você mesmo construa o seu e insira nele desenhos, cores e elementos visuais que expressem o que a matéria diz, de modo que faça sentido para você.

Curtiu as técnicas? Para conhecer as outras leia o artigo completo no site Novos Alunos.

Compartilhe: