Últimas notícias:

Loading...

Capes tem 3.560 bolsas de estudo para mestrado e doutorado

Deste total, 1.823 serão bolsas de mestrado e 1.738 de doutorado

Por: Redação

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai disponibilizar  3.561 bolsas por meio da cota de pró-reitorias de pós-graduação. Deste total, 1.823 serão bolsas de mestrado e 1.738 de doutorado. Elas terão, como destino, 213 instituições de ensino superior e pesquisa, públicas e privadas.

De acordo com a entidade, 35% desses benefícios serão dirigidos a instituições das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O total anual a ser investido será R$ 70,2 milhões.

Capes tem 3.560 bolsas de estudo para mestrado e doutorado
Crédito: Rovena Rosa/Agência BrasilSerão 1.823 bolsas de estudo de mestrado e 1.738 de doutorado

A portaria publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 6, traz ainda alguns dos critérios a serem adotados para a alocação da cota de bolsas de estudo e auxílios escolares. Entre eles estão os cursos ofertados nos municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM); e os temas estratégicos que foram definidos pela pró-reitoria ou por órgão equivalente.

Segundo a Capes, os demais critérios para concessão das bolsas serão mais detalhados em portaria específica. Essas especificações, acrescenta a entidade, levarão em conta o número de bolsas que a instituição já recebe pelos programas institucionais. Em 2022, a coordenação destinou 84.336 bolsas à pós-graduação brasileira.

Estudar em Portugal

A Capes também lançou um edital para selecionar cem professores da rede pública de educação básica interessados estudar em Portugal com tudo pago. As inscrições terminam dia 29 de abril de 2022.

A iniciativa faz parte do Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores Alfabetizadores em Portugal – Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), promovido pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP) e pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP). Saiba mais aqui.

Com informações da Agência Brasil

?>