Últimas notícias:
Loading...

Concurso público: 9 hábitos para quem está se preparando

Nem sempre estudar em excesso é garantia de sucesso ou maior aprendizado

A busca por uma vaga em concurso público é a meta de milhares de brasileiros, que buscam  salários atrativos e, principalmente, estabilidade no emprego. Para se dar bem, é necessário  encarar horas de estudo e até algumas privações.

Porém, nem sempre estudar em excesso é garantia de sucesso ou maior aprendizado. Por isto,  desenvolver hábitos de estudo é essencial!

Concurso público: nem sempre estudar em excesso é garantia de sucesso ou maior aprendizado
Créditos: AndreaObzerova/iStock
Concurso público: nem sempre estudar em excesso é garantia de sucesso ou maior aprendizado

O primeiro passo é fazer algumas mudanças em sua rotina de estudos. “Muitos têm a visão distorcida de que se dedicarem mais aos estudos irão aprender mais, porém, pesquisas já comprovaram que estudar em excesso é prejudicial tanto para sua saúde quanto para o aprendizado”, explica Mateus Andrade, criador do maior canal brasileiro sobre preparação e estudos, o Brabo dos Concursos.

Confira abaixo nove hábitos diários que te farão ter mais energia, ser mais produtivo e mais focado nos estudos.

9 hábitos para quem está se preparando para um concurso público

Programe um horário para ir dormir

Além de programar um horário para acordar, programe também um alarme para o horário que você vai dormir. Esse hábito pode regular o seu ritmo circadiano, temos que funcionar junto ao nosso relógio biológico, sempre na mesma faixa de horário e ter um controle mais rígido do horário de dormir todos os dias, pode te trazer mais disposição nas tarefas diárias.

Consuma DHA

O DHA é um componente essencial para sua dieta, sendo recomendado o consumo diário de 1000 miligramas. O DHA é um dos componentes do ômega 3, o famoso óleo de peixe, essa substância está relacionada a vários benefícios para o nosso cérebro, além de beneficiar toda parte cognitiva, aumentado o foco atencional e a memória, também é um componente importante para retardar ou diminuir as chances de contrair Alzheimer na velhice.

Jante cedo

Jantar mais cedo e comer menos à noite tem um impacto significativo na qualidade do sono, fazer a maior refeição no período noturno não é legal porque o nosso metabolismo não está na melhor capacidade de fazer a digestão nesse período.

De dia seu corpo está numa condição melhor para fazer a digestão e ainda não está no processo de desaceleração, mas a partir da noite nosso corpo naturalmente vai desacelerando e uma refeição pesada, onde ficamos a noite toda fazendo digestão, pode prejudicar a qualidade do sono.

Não consuma café a tarde

Não consuma café no período da tarde! A cafeína inibe o sono, ela tem um efeito muito significativo em relação à adenosina, –substância que é liberada no nosso cérebro sempre que ficamos muitas horas sem dormir– quando você acorda, ela está baixa e vai aumentando no decorrer do dia, até que chega numa pressão alta e sentimos sono, o café trabalha nos receptores da adenosina, então a cafeína te dá uma falsa sensação de que passou o sono.

Mas consumir café de manhã não te dá nenhum problema, porque o seu corpo vai expelir essa cafeína em no máximo 8 horas e a adenosina vai voltar a trabalhar normalmente.

Faça atividade física

Praticar atividade física talvez seja uma das coisas mais importantes que você pode fazer para o seu sistema como um todo. A atividade física dá benefícios significativos para o seu cérebro, liberando substâncias que impactam positivamente seu foco e sua memorização, além disso também conseguimos ter a neurogênese, –criação de novos neurônios – então, para ter uma alta performance em concentração é muito importante implementar uma rotina de exercícios físicos.

Tire um cochilo

Inclua um cochilo na sua rotina, esse hábito tem uma explicação científica, nós seres humanos somos adaptados ao sono bifásico, – 2 sessões de sono durante o dia – que traz muitos benefícios e pode complementar a quantidade de sono que às vezes fica deficitária. Então se você consegue tirar um cochilo, esse costume deve melhorar muito a sua parte cognitiva e te trazer um gás para continuar o dia com mais concentração.

Se exponha a luz do sol

Ficar exposto à luz natural também pode te ajudar no seu ritmo circadiano e a melhorar sua disposição. A luz natural é um principal marcador do relógio biológico, tendo a glândula pineal como calibração de horários e a principal fonte de estímulo para essa glândula é a luz natural.

Então ao ficar um período disposto ao sol, você mostra pro cérebro que é dia e que naquele momento não é para você dormir e assim você tem uma regulagem orgânica do seu sono, tendo mais ânimo para suas tarefas.

Faça meditação

Faça uma sessão de foco pleno ou de meditação todos os dias, isso faz muita diferença para aumentar sua capacidade de foco e atenção. Entrar num relaxamento profundo, também pode favorecer a memorização do que você estuda, consolidando melhor o conhecimento, inclusive pode te ajudar na diminuição da ansiedade.

Saia adiantado de casa

Saia de casa com antecedência para os seus compromissos, isso porque sair de casa em cima da hora ou atrasado pode aumentar seu nível de estresse, e gerenciar seu estresse é muito importante para seu próprio controle. Sair de casa tranquilo, sabendo que se houver trânsito ou qualquer tipo de imprevisto você tem tempo é essencial.