Fies vai oferecer 100 mil vagas em 2020; confira a data de inscrição

O programa financia a mensalidade em cursos (presenciais) de universidades particulares para estudantes de baixa renda

Por: Redação

Você quer começar a faculdade mas não tem condições de bancar toda a mensalidade? O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) te dá a possibilidade de começar a pagar pelo curso só quando terminá-lo. Serão 100 mil vagas ofertadas pelo programa no primeiro semestre de 2020.

O Fies tem como objetivo financiar, com juro zero, no mínimo 50% da mensalidade em cursos (presenciais) de universidades particulares para estudantes de baixa renda. É destinado para aqueles com renda per capita de até três salários mínimos por mês.

Crédito: IStock/FangXiaNuoInscrições de 5 a 12 de fevereiro 2020

Há também a modalidade P-Fies, para pessoas com renda per capita familiar de até cinco salários mínimos. Nesse caso, as condições do financiamento oferecem juros mais baixos, negociados com algum agente financeiro.

Quem pode participar do programa

Para participar, o candidato precisa ter realizado alguma das edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos. Além disso, o estudante não deve ter zerado a prova de redação.

Bolsistas parciais do ProUni (Programa Universidade para Todos) também podem participar do processo seletivo do Fies e solicitar o financiamento da outra metade da mensalidade.

Período de inscrições

Os interessados devem realizar a inscrição entre 5 de fevereiro até as 23h59 de 12 de fevereiro. É necessário acessar o site do programa e fazer um cadastro com o CPF.

O resultado da primeira pré-seleção será divulgado no dia 26 de fevereiro. Os pré-selecionados deverão completar a inscrição e fechar o contrato de financiamento entre 27 de fevereiro a 2 de março.

O Fies é um programa do MEC (Ministério da Educaçã), instituído pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, ofertados por instituições de educação superior não gratuitas aderentes ao programa.

Para mais informações, clique aqui.

Compartilhe: