EM ALTA

Japão oferece bolsas para brasileiros em cursos de graduação

A iniciativa do governo japonês também cobre a passagem aérea de ida e volta

O governo do Japão está recebendo inscrições para bolsas de estudo integrais em cursos de graduação no país a partir de abril de 2025. A iniciativa ainda inclui um curso preparatório de língua japonesa. As inscrições vão até 28 de junho.

Os bolsistas selecionados pelo Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão ficarão isentos das taxas acadêmicas referentes à sua graduação. Além disso, receberão um valor mensal de 117 mil ienes (cerca de R$ 3.950) para se manter no Japão.

Japan, Mount Fuji on the island of Honshu and Japan flag
Créditos: AlxeyPnferov/iStock
Japan, Mount Fuji on the island of Honshu and Japan flag

O valor das bolsas pode ser um pouco maior dependendo do local onde o estudante fará a graduação. A iniciativa também cobre a passagem aérea de ida e volta para o Japão.

Quem pode se candidatar às bolsas de estudo no Japão?

Para se candidatar às bolsas integrais de graduação no Japão, é necessário ser brasileiro, ter nascido depois de 2 de abril de 2000 e já ter concluído o Ensino Médio (ou estar no último ano). É necessário ter conhecimento avançado de inglês ou japonês.

Não é necessário saber japonês para concorrer às bolsas. No entanto, candidatos que tirarem zero na prova de língua japonesa serão desclassificados. Por isso, é importante saber pelo menos um pouquinho, nem que seja algumas semanas de Duolingo.

O processo seletivo das bolsas inclui diversas partes. A primeira delas é a análise dos documentos exigidos na candidatura (que serão mencionados abaixo). Em seguida, o candidato precisará realizar provas escritas de matérias específicas, inglês e japonês. Finalmente, haverá entrevistas com os melhores colocados. Confira mais informações aqui.

São exigidos os seguintes documentos para se candidatar às bolsas integrais de graduação no Japão:

  • Formulário de inscrição preenchido em inglês (disponível aqui);
  • 2 fotos 3×4 (colorida, fundo branco, nítida e recente; 1 foto colada ou digitalizada no formulário e 1 foto avulsa para o cartão de inscrição)
  • Cópia autenticada do RG;
  • Redação manuscrita em língua portuguesa original (de 30 a 40 linhas, fonte Arial 12, tamanho A4, digitado), explicando o motivo de querer fazer a graduação no Japão, o curso pretendido, as razões da escolha do curso e a atividade profissional que pretende desenvolver no futuro. Na redação, devem constar título e nome do candidato;
  • Para quem já concluiu o Ensino Médio mas não começou o ensino superior: histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio (cópia autenticada em cartório);
  • Para quem ainda não concluiu o Ensino Médio: Atestado de matrícula (original) e cópias simples dos boletins do 1º , 2º ano e do 1º bimestre do 3º ano do ensino médio;
  • Para quem já está na graduação no Brasil: histórico acadêmico e declaração de aluno regular do ensino superior (original da instituição ou cópia autenticada em cartório);
  • Carta de recomendação da última escola frequentada (ensino médio, faculdade ou cursinho). Ela deve ser em português ou inglês, em papel timbrado da instituição, com carimbo e assinatura do responsável. O formato é livre.

As inscrições presenciais podem ser feitas de segunda à sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h no Consulado do Japão em São Paulov(Av. Paulista, 854 – 3°andar). Também é possível enviar por correios, lembrando que todos os documentos devem chegar até o dia 28 de junho.