CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Mapa mental: como usar essa técnica para melhorar os estudos

O objetivo é facilitar nossa capacidade de assimilação do conteúdo. Por isso, quanto mais diversidade, melhor. Saiba mais sobre o assunto

Por: Sistema Educacional Brasileiro
Crédito: Getty ImagesCriado pelo inglês Tony Buzan, os mapas mentais são utilizados para a gestão de conhecimentos e informações 

Nosso cérebro funciona de forma mais eficiente quando estimulado visualmente. Ao estabelecer conexões entre os assuntos em vez de apenas decorar frases soltas e descontextualizadas, somos capazes de memorizar melhor os conteúdos. Nesse sentido, um mapa mental para estudo pode ser muito importante.

A técnica substitui as anotações tradicionais por um esquema com tópico central e ramificações com símbolos, cores, associações, ícones e desenhos.

O objetivo é facilitar nossa capacidade de assimilação do conteúdo. Por isso, quanto mais diversidade, melhor.

Pensando nisso, preparamos este post para mostrar como montar mapa mental para melhorar os estudos. Boa leitura!

O que é um mapa mental?

Os mapas mentais para estudo, também conhecidos como mapas da mente, são um tipo de diagrama desenvolvido pelo inglês Tony Buzan. A ferramenta é utilizada para a gestão de conhecimentos e informações.

São representações livres de pensamentos e observações que se dividem a partir de um conceito central. O objetivo é facilitar a compreensão e solução de problemas, melhorando a memorização e aumentando o aprendizado.

O mapa mental pode ser simples ou elaborado, desenhado à mão ou no computador. É possível incluir linhas curvas ou de diversas espessuras, desenhos, fotos e conter diferentes cores — tudo para ajudar a visualizar e memorizar o conteúdo.

Por isso, essa ferramenta é essencial na hora do estudo, pois simplifica, reduz e seleciona as informações que são mais importantes. Isso ajuda nosso cérebro a fazer novas associações de forma mais rápida e eficiente, melhorando as conexões entre os conceitos fundamentais e tornando a criatividade mais fluente.

O interessante é que, enquanto fazemos as associações, nosso cérebro cuida de outras tarefas mais importantes:

  • aprimorar a fixação de conceitos pela conexão entre ideias e imagens;
  • desenvolver a compreensão de diversos pontos de um assunto;
  • aumentar a objetividade, aprimorar a capacidade de síntese;
  • estimular a visão geral de ideias;
  • aperfeiçoar o pensamento sistêmico.

Alguns benefícios do mapa mental para estudo são:

  • reduzir o estresse causado pelo excesso de informação;
  • aumentar o controle sobre processos analíticos e criativos;
  • impulsionar a produtividade;
  • ser mais interessante e perceptivo, tornando o estudo mais atraente;
  • ser fácil de reestruturar.

Qual é a importância do mapa mental?

Ao fazer um mapa mental, estamos trabalhando com as duas regiões do nosso cérebro — tanto o lado racional quanto o criativo. Isso faz toda a diferença nos estudos, pois torna o método eficaz, além de melhorar a memória e a compreensão por meio da representação visual das informações.

A ferramenta pode ser usada no momento de expressar suas ideias, de forma mais rápida, simples e direta. Com ela, você pode fazer diversas conexões, estabelecendo uma visão mais ampla dos assuntos e um rápido entendimento dos temas que está estudando.

Isso melhora a produtividade em seus processos de aprendizagem e organização na criação de conteúdos, desenvolvendo maior concentração. Além disso, o processo ajuda a lidar com o excesso de informação — por isso, é um excelente filtro para os estudos.

Quer saber mais sobre o assunto ? Confira a matéria completa no blog Novos Alunos. 

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.