MEC oferta 80 mil bolsas a estudantes de cursos de licenciatura

As inscrições ocorrem entre os dias 5 de junho e 5 de junho; confira a lista de cursos contemplados

O Ministério da Educação (MEC) anunciou a oferta de 80.040 bolsas de estudo para estudantes de cursos de licenciatura, em parceria com Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Segundo o edital, caberá às instituições de educação superior apresentarem, no período de 7 de junho a 25 de julho de 2024, os projetos de iniciação à docência.

MEC oferta 80 mil bolsas a estudantes de cursos de licenciatura
Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil
MEC oferta 80 mil bolsas a estudantes de cursos de licenciatura

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) prevê o investimento de R$ 1,8 bilhão.

Cada estudante de licenciatura participante do programa vai receber uma bolsa no valor de R$ 700, em até 60 mensalidades. Também receberão o benefício mensal os supervisores (R$ 1,1 mil) e os coordenadores de área (R$ 2 mil) e institucionais (R$ 2,1 mil).

O objetivo programa, segundo o MEC, é fortalecer a formação dos futuros professores da educação básica, ao inseri-los na realidade escolar durante o percurso formativo.

Quem pode concorrer às bolsas do MEC?

As bolsas ofertas pelo MEC serão destinadas para projetos nas seguintes áreas:

  • Alfabetização,
  • Artes,
  • Artes visuais,
  • Biologia,
  • Ciências agrárias,
  • Ciências naturais,
  • Ciências sociais,
  • Computação,
  • Dança,
  • Educação bilíngue de surdos,
  • Educação do campo,
  • Educação especial,
  • Educação física,
  • Educação indígena,
  • Educação quilombola,
  • Filosofia,
  • Física,
  • Geografia,
  • História,
  • Letras espanhol,
  • Letras inglês,
  • Letras língua brasileira de sinais (Libras),
  • Letras português,
  • Licenciaturas interdisciplinares,
  • Matemática,
  • Música,
  • Pedagogia,
  • Química,
  • Teatro.

A maior quantidade de bolsas será para a Região Nordeste, que ficará com 20.688. Em seguida, vêm o Sudeste, com 16.584; e o Sul, com 12.264. A Região Norte contará com 8.040 bolsas; e o Centro-Oeste, com 7.440.

Do total das bolsas, 10.008 serão destinadas a subprojetos da área de alfabetização, enquanto 5.016 seguem para o Pibid Equidade, que reúne cursos de educação do campo, educação bilíngue de surdos, educação especial inclusiva, educação indígena e educação quilombola.

Inscrições

O procedimento de inscrição é feito pelo Sistema Integrado Capes (Sicapes). Os interessados em submeter propostas precisarão solicitar acesso ao sistema entre os dias 5 de junho e 5 de junho.

A divulgação do resultado definitivo está prevista para 17 de setembro. As atividades devem ter início até 13 de dezembro.

A vigência dos projetos selecionados é de dois anos, mas o período pode ser prorrogado de acordo com a avaliação da Capes.