MEC quer saber como foram as aulas durante a pandemia

Instituições de ensino, docentes e discentes responderão a uma consulta sobre a experiência dos estudos em ambiente digital

Por: Redação

O Ministério da Educação (MEC) e o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) montaram um questionário para reunir informações de universidades, professores e estudantes sobre as aulas on-line realizadas neste semestre devido à pandemia do novo coronavírus.

A pesquisa ouvirá estudantes e professores de cursos presenciais de ensino superior que migraram para ambientes digitais. Para responder, o docente deve ter lecionado e o discente estar regularmente matriculado no primeiro semestre deste ano.

As instituições de ensino também preencherão um formulário específico. Nesse questionário, o foco será a adesão dos estudantes às aulas remotas e a evasão escolar.

A intenção é aprimorar ferramentas de ensino a distância para atender alunos nos próximos semestres.  Pela primeira vez, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) apresenta cursos de graduação na modalidade de ensino a distância (EaD).

Crédito: Marcos Oliveira/Agência SenadoMinistério da Educação oferta cursos online

O questionário do MEC deve chegar pelo e-mail cadastrado junto à instituição de ensino e ser respondido até 31 de julho.

Matrícula no Sisu

Termina nesta terça-feira, 21, a matrícula dos selecionados na chamada regular do Sisu. Inicia-se, ainda, o período para os candidatos que não foram convocados para nenhuma das duas opções de curso selecionados.

São 51.924 vagas ofertadas em 57 instituições superior públicas do país. Nesta edição haverá cursos de graduação em ensino a distância. Os candidatos com melhor classificação no Enem são selecionados para as vagas disponíveis.

Crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil Pela primeira vez, Sisu terá cursos de graduação de ensino a distância