Últimas notícias:

Loading...

Pandemia abriu portas para cursos on-line em universidades do exterior

Quem procura cursos na modalidade de ensino a distância pode se surpreender com as possibilidades

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Estudar fora do Brasil é um atrativo que qualquer um quer ter no currículo. Até a pouco tempo atrás, porém, era necessário uma série de medidas burocráticas e de recursos financeiros para realizar esse sonho –matrícula, mensalidade, viagem, hospedagem. Agora, devido a pandemia do novo coronavírus, universidades em todo o mundo, que fecharam as suas salas de aula, abriram as portas de ambientes virtuais de aprendizagem.

 Pandemia abriu espaço para novas experiências

Durante o isolamento social, a possibilidade de conseguir uma certificação internacional ficou mais viável, mas nem sempre tem preços acessíveis. O Brasil, vale lembrar, também oferece boas opções com valores mais baixos.

Antes de escolher um curso on-line, é necessário checar os pré-requisitos, como formação e habilidade na língua estrangeira, tal como seria pedido em sua versão presencial. Não tente se inscrever, por exemplo, em um curso da London School of Business and Finance sem proficiência em inglês. Além disso, é preciso conferir se cabe no seu bolso. O preço pode estar em dólares, libras ou euros e, por isso, chegar a valer mais de R$ 6.000.

A London School of Business and Finance (LSBF) possui, atualmente, três cursos 100% on-line e sem a necessidade de o ingressante ter experiência profissional na área. Todos com duração de 18 a 36 meses.

No programa Global MBA Online, da LSBF, o estudante aprimora habilidades de liderança, planejamento de projetos, marketing e pensamento crítico. Para prosperar no mundo dos negócios, o conteúdo do curso é periodicamente revisado para permanecer relevante para o setor.

Crédito: PixabayVista de Londres, na Inglaterra

No HarvardX (EDX), plataforma da Universidade de Harvard, pode ser realizado cursos gratuitamente, mas, o certificado é entregue mediante a uma taxa, caso o estudante faça essa opção. A iniciativa é uma parceria de Harvard com o MIT e outras universidades.

De estrutura política norte-americana e arte do Egito Antigo a Data Science e neurociência, existem cursos para agradar a todos os tipos de alunos. Agora, é só escolher um deles e começar a estudar.