Últimas notícias:

Loading...

Professores influenciadores cativam alunos nas redes sociais

O “boom” de professores influenciadores também ganhou força devido à implementação do Novo Ensino Médio

Por: Redação

A tecnologia transformou a educação nos últimos anos. Aquele velho modelo de escola baseado apenas no “giz e lousa”, dentro da sala de aula, com o professor que ensina e o aluno que apenas absorve o conteúdo que é apresentado, de forma passiva e sem nenhum senso crítico, é mais do que ultrapassado e não atende à necessidade do mundo atual.

Com isso, tanto escolas quanto professores têm buscado se reinventar e se atualizar constantemente. Se antes a única forma de obter conhecimento era visitando uma biblioteca, hoje a Internet possibilita o acesso ilimitado à informação, tornando o jovem de hoje muito mais curioso e questionador.

Professores influenciadores cativam alunos nas redes sociais
Crédito: Arquivo pessoalProfessora Juliana Maester dando aula de espanhol; professores influenciadores fazem sucesso nas redes sociais

A popularização das redes sociais e a maior facilidade no acesso a internet contribuem para essa “revolução” no mundo da Educação. De acordo com pesquisa do IBGE, em 2019, cerca de 82,7% dos domicílios brasileiros possuem acesso a internet.  O mesmo estudo indica que o celular é o aparelho mais utilizado no acesso à internet (99,5%), seguido do computador (45,1%), televisão (31,7%) e  tablet (12%).

Esse perfil diferenciado do aluno exige que sejam adotadas novas estratégias na Educação, fazendo com que os docentes sejam cada vez mais criativos e busquem ter diferenciais. Uma das formas de atrair a atenção dos jovens, e fazer com que de fato se engajem com os conteúdos apresentados, é utilizar as redes sociais como meios de comunicação para ensinar as disciplinas.

Isso porque, com a mudança no comportamento do estudante, o antigo hábito de visitar bibliotecas vem sendo alterado pelo estudo com maior autonomia e flexibilidade, acessando conteúdos didáticos por meio de computadores, tablets e smartphones, em vez de depender do acervo e das instalações físicas de uma biblioteca.

Crédito: Arquivo pessoalProfessor Ferreto é dos fenômenos no YouTube com dicas de matemática

“A nova realidade da Educação exige novas estratégias pedagógicas, e essa reinvenção passa pelo uso de plataformas como o YouTube, o Instagram e mais recentemente o TikTok, como forma de  despertar o interesse dos jovens e servir como ‘isca’ para que compreendam os conteúdos, apresentados de forma interativa e leve, para depois se aprofundarem em outros conceitos de cada disciplina”, comenta o professor Daniel Ferretto, um dos mais conhecidos influenciadores de matemática das redes sociais, com 2,96 milhões de inscritos no YouTube.

Para ele, que é fundador da plataforma Professor Ferretto, o segredo do sucesso é “se atualizar e ser criativo, usando a internet como uma aliada para ensinar os conteúdos de sua disciplina”, e buscar “maneiras claras e objetivas de passar conhecimento, utilizando linguagens como vídeos curtos, recursos audiovisuais e outras formas diferenciadas de atingir o público jovem”.

Crédito: Arquivo pessoalProfessor Michel Arthaud, do canal Café com Química

Novo Ensino Médio

O “boom” de professores influenciadores também ganhou força devido à implementação do Novo Ensino Médio, atualização do sistema curricular em que a divisão por áreas de conhecimento permite ao  estudante ter mais autonomia. Isso porque o aluno será protagonista de seu próprio aprendizado, podendo optar por dar maior enfoque às disciplinas e áreas com as quais possui maior afinidade.

Crédito: Reprodução/YouTubeO progessor Pedro Rennó ensina conteúdos das matérias de História, Sociologia e Filosofia

Outra mudança importante é o chamado  Projeto de Vida, que passa a ser obrigatório em todas as escolas, e faz com que os estudantes desenvolvam habilidades como autonomia, cooperação, empatia, independência, responsabilidade, respeito e pensamento crítico em relação ao mundo ao seu redor.

“O novo modo de aprender e de ensinar já se reflete nas escolas, com o Novo Ensino Médio. E a tendência dos professores influenciadores, que ensinam usando as redes sociais e outros recursos digitais, também é consequência do novo perfil do aluno, que a cada dia mais ‘toma as rédeas’ de seu próprio processo de aprendizagem”, avalia Ferretto.

Plataformas de estudos registram crescimento

Dentro dessa tendência, um número cada vez maior de alunos opta por estudar online, e as edtechs vem registrando amplo crescimento nos últimos anos. A pandemia de covid-19 foi outro “impulso”, já que muitas escolas passaram a oferecer aulas online e, mesmo superado o período mais crítico da crise sanitária, um grande número de instituições decidiu adotar o modelo híbrido de ensino.

O “boom” de professores influenciadores também ganhou força devido à implementação do Novo Ensino Médio
Crédito: Banco de imagem | BigStock | @stopaboxO “boom” de professores influenciadores também ganhou força devido à implementação do Novo Ensino Médio

“Hoje, um número cada vez maior de estudantes opta pelas aulas remotas. É uma tendência que já vinha sendo notada nos últimos anos, e que ganhou ainda mais força após a pandemia”, comenta Daniel Ferretto, fundador da plataforma. “Registramos um aumento de 50%  em nossa base de alunos desde 2020, quando a pandemia começou, e hoje contamos com 50 mil estudantes. É um número muito expressivo, e continuamos em curva ascendente, em franco crescimento”, comemora, acrescentando que, até o final de 2022, a expectativa é crescer 25%.

A plataforma Professor Ferretto oferece aulas de todas as disciplinas do ensino médio, com foco em quem vai fazer a prova do Enem e prestar vestibular. O aluno pode ainda optar por conteúdos específicos – como, por exemplo, questões discursivas voltadas para quem se prepara para um vestibular com duas fases.

“Nosso maior objetivo é oferecer educação de qualidade. O principal foco hoje são os estudantes do ensino médio, os que vão fazer o exame do Enem e os vestibulandos. Queremos fazer a diferença na vida desses jovens, que irão moldar o futuro do país, trata-se até de uma questão social, de cumprir nossa função com a sociedade”, explica Ferretto.

Professores influenciadores

Confira alguns professores que se destacam nas redes sociais:

Professor Michel – Química

Por meio de seu canal Café com Química, no YouTube, o professor Michel Arthaud faz resoluções de questões de vestibulares anteriores, e  revisões para se preparar para as próximas provas para ingressar na universidade. Em seu Instagram, o docente e influenciador também compartilha curiosidades sobre a disciplina.

Professor Rennó – História, Sociologia e Filosofia

O influenciador Pedro Rennó ensina conteúdos das matérias de História, Sociologia e Filosofia. Em seus vídeos no YouTube ele traz os conteúdos de maneira descontraída, assim como faz explicações de questões atuais em seu Instagram.

Professora Juliana Maester – Espanhol

Com conteúdos dinâmicos, entre eles vídeos no canal do YouTube Vamos hablar espanhol  e posts em seu Instagram, a influenciadora Juliana Maester busca ensinar seus alunos com técnicas para fazer o espanhol grudar na cabeça e mostrar o que mais chama atenção no idioma.

?>