USP inaugura espaço para capacitação de jovens de baixa renda

Por: Silvia Melo
reprodução/ecycle
Alunos terão aulas gratuitas de tecnologia e programação

Com o objetivo de aumentar a empregabilidade entre os jovens com poucas oportunidades, o programa Paideia (Pró-Profissão em Tecnologia da Informação) vai oferecer cursos de microinformática, programação básica e relacionamento profissional em 2017.

O programa visa beneficiar jovens com idades entre 16 e 20 anos, matriculados no segundo ou terceiro ano ou com o Ensino Médio concluído recentemente. O único pré-requisito é ser residente da Grande São Paulo.

A primeira turma terá 25 alunos e será coordenada pelo Lassu, o Laboratório de Sustentabilidade da Poli-USP (Escola Politécnica da USP). O processo de seleção para o Projeto Paideia deve começar em janeiro.

O curso, que terá carga horária de 360 horas e dará um certificado de Curso de Difusão da USP, é organizado igualmente em três “trilhas”: sustentabilidade e inovação empresarial, com atenção especial também para questões de ética, matemática financeira e orientação profissional; computação e conectividade, em que os alunos aprenderão noções de Tecnologia da Informação (TI) e montagem e configuração de computadores; e programação, com foco na linguagem Python.

Compartilhe: