Menina publica 'mensagem' de cachorro morto e comove a internet

Entreter

5 dicas para trazer o seu amor próprio de volta

A Coach de Paixão e Propósito Jéssica Misikami, dá 5 dicas práticas para você recuperar seu amor próprio:

É isso mesmo que você leu, quero te ajudar a trazer o amor próprio de volta. Não estou aqui para te ajudar a trazer “o amor” de volta. Trazer aquele cara que você teve um relacionamento e que hoje não quer estar mais com você.

Eu acredito que para atrair uma pessoa e ter um relacionamento amoroso saudável com ela, primeiramente precisamos nos amar! Primeiro precisamos nos tornar interessante para nós mesmas. Como esperar que alguém me ache interessante, se nem eu mesma acho isso? Como querer que alguém fique comigo, se nem eu estou satisfeita comigo mesma?

E vamos ser sinceras que ninguém fica com a gente, porque o obrigamos. Isso é totalmente egoísta e não tem amor verdadeiro de ambas as partes aí. É muito mais gostoso, quando um cara quer ficar com a gente porque somos alguém bacana e atraente aos olhos dele.

E o mais incrível nessa vida, não é necessariamente estar com alguém, mas é estarmos felizes com nós mesmas e nos amarmos incondicionalmente! Ou seja, quando apreciamos nossas qualidades, sabemos do nosso valor, sabemos nos perdoar e ser amorosas com nós mesmas independentemente da situação.

Com amor próprio, a vida fica muito mais leve e cheia de harmonia!

Falo tudo isso, porque eu mesma vivi tudo isso. Meu primeiro namoro durou 6 anos. Depois dessa relação, nunca mais consegui ter estabilidade amorosa. Houve namoros de curta duração e relacionamentos em que eu sentia muita insatisfação… Às vezes pela pessoa não atender às minhas expectativas e outras vezes porque me sentia enrolada pelo cara.

E foi quando eu elevei o meu amor próprio a um alto nível, comecei a me achar incrível e me apreciar por quem eu era, que eu atraí uma pessoa que tinha todas as qualidades que eu queria, que me admirava e com quem estabeleci um relacionamento saudável e cheio de amor!

Foi bem aquela coisa de que ele não veio para me preencher, pois eu já era completa. Ele veio para me transbordar! E pode acreditar em tudo que estou falando… não é motivação barata. Tudo isso funcionou, pois tem fundamentação na física quântica de que semelhante atrai semelhante. Em um outro artigo posso me aprofundar mais nesse tema de magnetismo.

Então que tal se amar primeiro? Chega que enrolação e vamos às dicas para trazer o amor próprio de volta e assim impactar positivamente todas áreas da sua vida, inclusive amorosa.

Como trazer o amor próprio de volta:

#1: Comunique

O que você anda dizendo para os outros e para si mesma sobre você? Que você é zicada? Que você é feia? Se xinga? Quando alguém te elogia, você nega ou discorda?

Saiba que a nossa palavra tem muito poder! Quando você diz algo sobre você mesma, o seu cérebro entende isso como verdade e assim você cria emoções coerentes com a sua comunicação. Como assim?

Por exemplo… quando você diz que só se dá mal na vida, surgem sentimentos como tristeza, desânimo e sofrimento. Isso está totalmente desalinhado com o amor próprio. Seria muito mais fortalecedor e produtivo você dizer que sua vida tem muita coisa boa e que você é grata por ela.

Mesmo que ainda exista problemas em sua vida, focar nas coisas boas que você já é, faz ou tem vai te gerar emoções mais positivas sobre você mesma como a gratidão e a felicidade.

Portanto, comece a prestar atenção no que você vem comunicando. Evite se autocondenar, se depreciar e focar no que está ruim em sua vida. Exercite sua fala para se apreciar pelas suas qualidades, agradecer pelas coisas boas que te acontecem, se elogiar e aceitar elogios com gratidão.

Sei que isso pode parecer muito difícil! Realmente é desafiador. Mas é simples, vá treinando sua comunicação. No começo será mais estranho, mas aos poucos essa nova comunicação vai se tornando natural e o seu amor próprio aumentará.

#2: Expresse

Além da sua comunicação verbal, é muito importante que a gente fique atenta à nossa expressão não verbal. Assim como o que eu penso e sinto afeta a minha fisionomia (expressão do meu rosto e posição do meu corpo), o contrário também é válido!

Deixa-me explicar melhor…

Continue lendo aqui: 5 dicas para trazer o seu amor próprio de volta

Compartilhe: