Alice Wegmann e Bru Linzmeyer ironizam Paula, do BBB 19

Atrizes debocharam de comentário homofóbico da participante do reality show

Por: Redação | Comunicar erro

Alice Wegmann usou seu perfil no Instagram para detonar um comentário homofóbico de Paula, participante do ‘BBB 19’, da Globo.

A atriz, que está ciente das declarações polêmicas da mineira dentro do reality show, publicou stories de uma conversa que a bacharel em Direito teve com Gabriela e fez um comentário debochado acerca do assunto.

alice wegmann bruna linzmeyer e paula bbb 19
Crédito: Reprodução/Instagram StoriesAlice Wegmann e Bruna Linzmeyer debocharam de um comentário homofóbico feito por Paula, no BBB 19

“Cada vez que a Paula abre a boca no BBB um panda morre na China”, ironizou.

O comentário ao qual Alice se referiu foi dito enquanto Paula conversava com Gabriela, que contou já ter visto duas meninas sendo agredidas por andarem de mãos dadas.

“Fizeram isso com meninas? Porque tem uns gays que eles ficam querendo provocar o público. Começa a se beijar, se jogar. Eu já vi isso, acho muito exagero, muito estranho. São coisas que gente normal não faz”, afirmou Paula na ocasião.

Alan, então, rebateu a sister dizendo ser um direito dos gays e Gabriela, que é homossexual, completou: “Ter que soltar a mão da minha namorada para não apanhar dói”.

alice wegmann paula bbb 19
Crédito: Reprodução/Instagram StoriesAlice Wegmann detonou comentário de Paula, do BBB 19

Bruna Linzmeyer aproveitou o embalo e também compartilhou a publicação de Alice, em forma de protesto contra Paula.

paula bbb homofóbico famosas
Crédito: Reprodução/Instagram StoriesPaula, do BBB, soltou um comentário homofóbico e foi detonada por famosas

HOMOFOBIA É CRIME

As denúncias que chegam pelo Disque 100 são encaminhadas a órgãos como centros de referência de combate à homofobia, a Defensoria Pública e o Ministério Público.

A Constituição brasileira define como “objetivo fundamental da República” (art. 3º, IV) o de “promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade, ou quaisquer outras formas de discriminação”.

Por meio da Lei Estadual 10.948/2001, o estado de São Paulo estabeleceu diferentes formas de punição a diversas atitudes discriminatórias relacionadas aos grupos de pessoas que tem manifestação sexual perseguida por homofóbicos e intolerantes.

Compartilhe:

1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …