Últimas notícias:

Loading...

Andrea Bocelli critica lockdown e questiona gravidade da covid-19

Tenor italiano revela que burlou regras do governo porque se sentiu humilhado por ficar preso em casa sem ter cometido crime

Por: Redação

No domingo de Páscoa, ele cantou na Catedral de Milão vazia e emocionou o mundo com a “Music for Hope” (música pela esperança), simbolizando a união das pessoas em um momento difícil. Mas o tom agora mudou. Em uma audiência no Senado italiano, o tenor Andrea Bocelli criticou o lockdown imposto pelo governo italiano. E até disse duvidar da gravidade da covid-19.

andrea-bocelli-ao-vivo-quarentena
Crédito: DivulgaçãoAndrea Bocelli criticou o lockdown na Itália

Bocelli, de 61 anos, confessou ter burlado as regras do lockdown por não achar “certo ou saudável permanecer em casa” com a sua idade.

O tenor italiano afirmou ainda que se sentiu “humilhado e ofendido” por não poder sair de casa “mesmo não tendo cometido nenhum crime”.

Mas o discurso de Bocelli pegou pesado mesmo quando ele desdenhou da gravidade da covid-19, dizendo não acreditar que a situação seja tão séria quanto as autoridades pregam.

O argumento que usa para a sua descrença: não conhecer ninguém que tenha necessitado de tratamento intensivo para a doença. Vale lembrar que mais de 35 mil italianos foram vitimados pelo coronavírus.

Na audiência, estavam presentes políticos de oposição ao governo atual, caso de Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita Liga. Matteo ataca a maneira como o primeiro-ministro Giuseppe Conte tem conduzido a crise do coronavírus.

E, pelo jeito, ganhou um aliado em seu coro de desaprovação. Isso graças às críticas de Andrea Bocelli ao governo italiano pelo lockdown.

Compartilhe: