Anitta é comparada a Dilma Rousseff após discurso sobre Amazônia

Cantora defendeu o povo indígena com uma sensatez incrível, e foi detonada por apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL); mas o feitiço virou contra o feiticeiro

Por: Redação Comunicar erro

Após fazer publicações em prol da Amazônia, e um discurso em que diz “não temer matadores de aluguel” por suas declarações, Anitta se tornou um dos mais comentados assuntos do Twitter, na manhã desta sexta-feira, 23.

A cantora pop subiu nos trending topics como “Anitta Rousseff”, tendo sido comparada com a ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT).

anitta dilma rousseff
Crédito: reproduçãoAnitta é comparada à Dilma Rousseff nas redes sociais após discurso pela Amazônia

“Já que o problema da Amazônia tá chegando em outros estados e a galera está ficando preocupada, como a gente já havia alertado antes. Mesmo que o problema da natureza seja lá na puta que pariu, mesmo que esteja longe de vocês, e agora vocês estão preocupados porque o dia virou noite em São Paulo, vamos ver se vocês escutam a gente. Vamos falar sobre isso?”, começou Anitta em seu discurso.

“Antes do seu tataravô, sabe quem estava aqui no Brasil? Os indígenas. Então, não existe isso de fazendeiro, fulano, beltrano achar que alguém pode ser dono da terra que o índio tá ali morando. A terra do Brasil inteiro é do índio, porque quando chegaram [os portugueses] aqui, quem estava aqui? Os indígenas. E aí eles foram escravizados, roubados, invadidos, assassinados, e aí sim as terras passaram a não ser mais dos indígenas”, comentou.

Assista ao depoimento de Anitta na íntegra:

Após o discurso, Anitta foi muito criticada nas redes sociais, apenas por usar sua sensatez para defender a Amazônia e o povo indígena. Com isso, ela ganhou a alcunha de “Anitta Rousseff”.

Muitos podem pensar que esse seria um apelido negativo, mas a internet transformou o termo, criado por apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL), em algo positivo.

Confira a repercussão:

Amazônia em chamas e sem grana

Devido à alta no desmatamento da Amazônia, Alemanha e Noruega anunciaram a suspensão do repasse de R$ 284 milhões para a preservação da nossa floresta. Em represália, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deu com os ombros, e mostrou não ter tato para as relações diplomáticas.

Para comentar sobre essas últimas notícias ambientais, a Catraca Livre convidou a drag queen e professora Rita Von Hunty, do canal “Tempero Drag”. Assista:

1 / 8
1
06:04
Michael Jackson, culpado ou inocente? Séries exibem as duas versões
A nossa dica da semana é a sequência em dose dupla de documentários sobre a contraditória história das acusações contra …
2
05:26
Como os Beatles mudaram a minha vida — parte 3
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
3
06:05
Prepare-se: ‘Matrix 4’ vem aí com Keanu Reeves confirmado no elenco.
Você assistiu aos filmes da trilogia "Matrix"? Hoje a dica do "Cultura em Casa" é um convite para você mergulhar …
4
05:14
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 2
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
5
04:15
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 1
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
6
04:12
Netflix: ‘The Family- Democracia Ameaçada’ revela grupo secreto
A minissérie "The Family: Democracia Ameaçada", que pode ser vista na Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma …
7
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …