Últimas notícias:

Loading...

Antônia Fontenelle é indiciada por racismo contra Giselle Itié

A apresentadora bolsonarista propôs um acordo com o Ministério Público

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou a apresentadora bolsonarista Antônia Fontenelle por racismo e xenofobia pelas ofensas contra a atriz Giselle Itié, que nasceu no México. As informações são do portal UOL.

Giselle Itié foi ofendida por Antônia Fontenelle quando revelou que tinha sofrido assédio de um diretor de novelas quando tinha 23 anos. Á época, a apresentadora escreveu numa rede social: “Volta para o seu país, é o melhor que você faz”.

Fontenelle
Crédito: Reprodução/Redes Sociais Antônia Fontenelle é indiciada por racismo contra Giselle Itié

Mesmo sem citar nomes, Antônia se sentiu ofendida já que a atriz tinha trabalhado na mesma época em que relatou o assédio em uma novela dirigida por seu ex-marido Marcos Paulo, que morreu em 2012.

Após o ataque, Giselle entrou com um processo contra Antônia, que foi à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) prestar depoimento. A apresentadora foi indiciada logo em seguida.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a ex-mulher do ator e diretor Marcos Paulo “manifestou o desejo de fazer um acordo com o Ministério Público para não ser processada”.

Racismo é crime. Denuncie!

Episódios de racismo, infelizmente, ainda são muito comuns no Brasil. Uma forma de conter o avanço do racismo é sempre denunciar o agressor. Afinal, racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89.

A denúncia pode ser feita tanto pela internet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais, como as Delegacias de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que funcionam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Saiba mais no link abaixo:

Compartilhe: