Últimas notícias:

Loading...

Ao Fantástico, mãe de Paulo Gustavo conta como foi o momento da morte

Dea Lúcia contou que estava com o pai, a irmã e o marido do ator no quarto, e que chamou a madrasta para segurar a mão de Paulo Gustavo junto com ela

Por: Redação

Em entrevista ao “Fantástico”, da TV Globo, exibida na noite deste domingo, 9, Dea Lúcia, a mãe de Paulo Gustavo, contou, ao lado do pai do ator, Júlio Marcio, e da madrasta, Penha, como foram os exatos últimos momentos da vida de seu filho.

Dea Lúcia revelou que, no dia 4 de maio, data da morte de Paulo Gustavo, os médicos chamaram a família ao hospital, pois o ator havia tido morte cerebral. Ela contou que junto com a irmã, o pai, a madrasta e o marido do ator, eles encostaram em Paulo Gustavo e fizeram uma oração, testemunhando na hora a diminuição dos batimentos cardíacos.

mãe madrasta e pai de paulo gustavo
Crédito: Reprodução/TV GloboAo lado do pai e da madrasta de Paulo Gustavo, Dea Lúcia contou como foi o exato momento da morte do filho

“A gente foi chamado no hospital porque ele teve morte cerebral, e nós quatro, Juju [irmã], Júlio, eu e Penha ficamos ali, Juliana com uma mão, segurando a mãozinha dele; eu na outra, o Thales [marido] no pé, e o Júlio fazendo carinho na cabeça. E eu falei: ‘Penha, vem cá Penha, segura aqui comigo que você também participou da vida dele’. E aí cantamos a canção de São Francisco, porque quando ele era criança ele sempre pedia pra eu cantar a oração de São Francisco e eu cantava. Aí os batimentos foram diminuindo, a frequência foi caindo, e aí pronto. Fechamos as cortinas e saímos. Foi uma despedida bonita”, contou.

Ao Fantástico, ainda, a mãe de Paulo Gustavo deu um depoimento muito forte e sensível a respeito da morte do filho, e demonstrou ter muita força e vontade de lutar contra as injustiças que tiraram mais de 400 mil vidas no Brasil por conta da pandemia do novo coronavírus.

Compartilhe: