Últimas notícias:
Loading...

Conservador, Juliano Cazarré explica por que ficou de cara fechada no Melhores do Ano

O ator afirmou que não precisa aparecer rindo para estar feliz

O ator Juliano Cazarré gravou um vídeo em suas redes sociais comentando a premiação “Melhores do Ano”, do programa “Domingão com Huck”, na TV Globo, que foi exibido ontem, 25, e explicou porque ficou de cara fechada no evento.

Conservador, Juliano Cazarré explica por que ficou de cara fechada no Melhores do Ano
Créditos: Reprodução/Instagam @cazarre
Conservador, Juliano Cazarré explica por que ficou de cara fechada no Melhores do Ano

De acordo com Cazarré, seguidores perceberam sua cara fechada, séria, durante a premiação e por que isso ele estava se explicando. O ator contou que o programa foi gravado em uma sexta-feira, e que houveram atrasos e isso o fez ficar preocupado em “render’ a babá que estava cuidando de seus filhos.

Cazarré e a esposa, Letícia, são pais de Vicente, Inácio, Gaspar, Maria Madalena e Maria Guilhermina, que nasceu com um problema no coração. A caçula está internada em um hospital de São Paulo.

“Estranho pra mim ter que gravar isso. Mas tive uma enxurrada de ódio aqui no Instagram e estava sem entender o porquê. Muita gente falando que eu estava sério, me xingando, por causa de política. Eu estava sério mesmo, porque não estou vivendo uma situação fácil, nossa filha está na UTI há seis meses. O programa estava marcado para às 15h, mas começou a ser gravado às 17h”, falou o ator.

Ainda segundo Cazarré, ele estar sério, não queria dizer que estava mal-humorado. De acordo com ele, estava feliz na confraternização.

O ator ainda destacou a questão política, pois ela foi abordada por seguidores nas redes sociais.

“Tinha um vídeo meu dando um abraço no Silvério (o ator Silvério Pereira) e gente dizendo que ele teve que segurar o vômito por estar abraçando um bolsonarista. Tem muita gente que tem uma obsessão politica imbecil e tão grande, que não consegue ver nada além de bolsonarismo e PT”.

“Eu tenho posicionamento conservador, não acredito numa revolução, no progressismo. Quem me segue sabe disso, tenho valores cristãos. Desde que Bolsonaro assumiu, nunca coloquei uma frase sobre esse governo aqui. Não quer dizer que concorde com p*rra nenhuma, mas eu não sou de esquerda”, continuou.

Cazarré ainda criticou atores que recebem prêmios e falam sobre política, e afirmou que não precisa aparecer rindo para estar feliz: “Acho caído demais essa história. É muito chato, quem disse que as pessoas estão interessadas na nossa posição política? Isso divide as pessoas, é hora de confraternização”.