Últimas notícias:

Loading...

Datena critica governo e manda recado a Bolsonaro: ‘Vai ver nas urnas’

O apresentador criticou o presidente e o ministro da Economia Paulo Guedes pela demora na liberação do auxílio emergencial em meio à pandemia

Por: Redação
Ouça este conteúdo

José Luiz Datena, apresentador do Brasil Urgente, na TV Band, criticou o governo federal, nesta terça-feira, 16, ao cobrar a liberação de novas parcelas do auxílio emergencial , suspenso no final de 2020 e mandou um recado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido): “Bolsonaro, tem que liberar a grana do auxílio emergencial. Senão você vai ver, inclusive, nas urnas aí (o resultado)”, salientou.

Crédito: Reprodução/TVBandDatena critica governo e manda recado a Bolsonaro: ‘Vai ver nas urnas’

A crítica do apresentador aconteceu logo após a exibição de uma reportagem sobre o aumento do preço de contas básicas, como água e luz, e de alimentos no país.

Datena não se limitou a criticar o presidente e endereçou seu descontentamento, também, ao ministro da Economia, Paulo Guedes. “Há muito tempo que eu venho falando, inclusive nas entrevistas que eu faço ao vivo com o presidente Jair Bolsonaro, que precisa liberar esse auxílio emergencial. Primeiro não iam dar. Falei: presidente, diga para esse ministro, Paulo Guedes, que ele não está governando para gente rica. Ele está governando para gente pobre. E o senhor foi eleito pelos pobres, ô presidente Jair Bolsonaro”, iniciou.

“O Paulo Guedes acha que foi eleito pelos ricos. Então o senhor tem que avisar ao Paulo Guedes para dar um auxílio emergencial. Primeiro não ia dar nada, depois falou em R$ 200, o presidente já conseguiu R$ 250 e, agora, ainda tem que ter reunião com o (Arthur) Lira, que é o novo presidente da Câmara, e o (Rodrigo) Pacheco, presidente do Senado”, prosseguiu Datena.

“Libera logo essa grana aí para o povão que está morrendo, matando cachorro a grito, ô Paulo Guedes. Ou Lira, ou Pacheco, ou o raio que o parta. Bolsonaro, tem que liberar a grana do auxílio emergencial. Senão você vai ver, inclusive, nas urnas aí. Eu avisei o senhor, fica ouvindo esses economistas que só leem livros e tal. Vai lá nas comunidades para ver se os caras comem livros lá. Só se der livro para eles comerem de economia, porque educação já não tem mesmo. A educação nesse país é péssima das péssimas”, disparou Datena, extremamente bravo.

“Fica o Paulo Guedes misturado nas teorias do Keynes e companhia limitada e tal ‘olha, não devemos botar os mesmos ovos na mesma sacola’. Meu, o preço do ovo não dá nem para botar numa mesma sacola mais de um ovo, ô Paulo Guedes”, criticou Datena que não deixou o Congresso Nacional de fora de sua cobrança por atitude. “Libera logo esse negócio aí. Fica esse Congresso jogando para a torcida, como se eles fossem os salvadores da pátria. Se o presidente falou que é para dar o auxílio emergencial, dá logo esse auxílio emergencial, que o povo não aguenta mais”, salientou o apresentador.

Compartilhe: