Fabrício Carpinejar reflete sobre jantar dos namorados do ‘Mais Você’

Durante o programa "Encontro", o colega de Fátima Bernardes retomou discussão que culpa a mulher por não querer se expor na TV

Por: Redação | Comunicar erro

Fabrício Carpinejar retomou a polêmica da última semana sobre o jantar dos namorados do “Mais Você”, da Globo, ao sair em defesa de Nicole França, a namorada que recebeu a surpresa do parceiro, Pedro Galvão.

O colega de Fátima Bernardes, que faz parte do elenco fixo de comentaristas do “Encontro”, usou seu perfil no Instagram para explicar o motivo pelo qual sua opinião difere das demais, que colocaram o rapaz como vítima, pelo fato de a moça ter mostrado descontentamento com a situação.

Veja tudo o que rolou no fatídico jantar de Dia dos Namorados do “Mais Você”

Crédito: Reprodução/TV GloboFabrício Carpinejar no “Encontro com Fátima Bernardes”

Carpinejar acredita que o rapaz não respeitou a discrição da amada. “Nicole é reservada e discreta. Ele deveria conhecê-la [cinco anos de relacionamento]. Mas a forçou a fingir felicidade porque tudo estava sendo gravado e transmitido em rede nacional. Ele pensou somente em si, o quanto ganharia projeção encarnando a figura de romântico, em nenhum momento nela, que abomina a exposição da privacidade. Por que aceitou o convite, então? Ignorava o que estava planejado, sem condições de adivinhar”, iniciou ele.

O poeta ressaltou ainda que, para Nicole, a atitude do namorado foi uma agressão psicológica.

“Ele agrediu o ideal de vida de Nicole – pelo seu rosto, estava mais envergonhado do que apaixonado, buscando explicar o motivo, em voz sussurrada, por ter feito aquilo, antevendo, no fundo de si, que jamais iria contentá-la. Perdeu a chance de adotar um jantar secreto no Dia dos Namorados para que ela ficasse à vontade e não se sentisse julgada, longe dos holofotes”, completou.

Crédito: Reprodução/TV GloboNicole França e Pedro Galvão protagonizaram uma torta de climão no “Mais Você” e foram alvo de julgamentos na web

Após a publicação do post, diversos seguidores de Carpinejar criticaram a opinião dele e culparam a mulher pelo climão.

“Timidez e grosseria são coisas distintas. Quando me casei eu era tímida, tinha vergonha não falta de educação”, opinou uma internauta. “Timidez não gera grosseria. Ela poderia ter dito não. E, porque assinou o direito de uso de imagem, nada justifica o que ela fez. Se fosse o homem fazendo isso, o julgamento seria bem diferente”, comentou outra seguidora.

View this post on Instagram

ANTES QUE ALGUÉM SEJA LINCHADO Fabrício Carpinejar Eu assisti ao jantar do Dia dos Namorados do Mais Você, da Rede Globo, de quarta (12/6), quando Nicole foi rude com o seu namorado. Pedro aceitou participar do programa que consistia em oferecer um jantar com chef, velas, flores e violino para a sua namorada. Ela não escondeu a sua contrariedade. Aconteceu uma sucessão de grosseiras por parte da Nicole. ”Você tá fodid*!“, disparou. Quando presenteada com um buquê, reclamou: “Esse troço tá pesado”. No momento de ser questionada sobre a surpresa, não deixou por menos: “Perdi um dia de trabalho e amanhã acordo cedo”. A maioria das pessoas a considerou uma bruxa e teve pena do rapaz, seguindo a lógica de que ele não merecia ser maltratado em público. Eu acho que o erro partiu de Pedro. Minha compaixão se dirigiu à ela. É a delicadeza fora de moda entender que aquilo que o outro precisa não é o que você deseja dar. Nicole é reservada e discreta. Ele deveria conhecê-la (5 anos de relação). Mas a forçou a fingir felicidade porque tudo estava sendo transmitido em rede nacional. Ele pensou somente em si, o quanto ganharia projeção encarnando a figura de romântico, em nenhum momento nela, que abomina a exposição da privacidade. Qualquer um que sofre com a timidez se veria acuado. Nicole não pode escolher e não tinha saída, restava a obrigação de assumir um papel de deslumbrada impossível de cumprir. Anular a liberdade do próximo gera agressividade. É o mesmo que levar uma pessoa com vertigem ao bondinho do Pão de Açúcar e esperar elogios. Agradar significa respeitar o temperamento alheio. Não há como engolir o medo ainda que se sirva a melhor champanhe. Ele agrediu o ideal de vida de Nicole – pelo seu rosto, estava mais envergonhado do que apaixonado, buscando explicar o motivo por ter feito aquilo, antevendo que jamais iria contentá-la. Perdeu a chance de adotar um jantar secreto para que ela ficasse à vontade. Se ela necessitava acordar cedo, bastava preparar um café da tarde especial. Um omelete e torradas, e já ninguém mais pisaria em ovos. O amor é a simplicidade da concordância, nunca a extravagância do egoísmo. Na íntegra em www.facebook.com/carpinejar

A post shared by Fabricio Carpinejar (@fabriciocarpinejar) on

1 / 8
1
03:58
Netflix: ‘Cuba e o cameraman’ registra a história nua e crua de Cuba
"Cuba e o Cameraman", de 2017, disponível na Netflix, é um registro de centenas de horas de gravações feitas por …
2
03:56
Netflix: ‘Capitão Fantástico’ é inspiração para a família toda
Chegou na Netflix o filme “Capitão Fantástico”, que faz sucesso entre adultos e crianças. Você vai se inspirar com a história …
3
05:57
15 memes imperdíveis sobre o governo Bolsonaro
Já ouviu falar em deep fake? A tecnologia usada para colocar o rosto de uma pessoa em outra em um …
4
05:57
Netflix: ‘Olhos que condenam’, quando a justiça não é cega
"Olhos que condenam" é uma minissérie com 4 episódios que conta a história real de um dos maiores e mais …
5
02:59
A origem dos filmes da Disney
No vídeo de hoje, a nossa correspondente Taty Leite, do Canal Vá Ler um Livro, conta sobre como os filmes …
6
01:17
Conheça as obras de Robert Mapplethorpe
O jornalista Gilberto Dimenstein foi ao museu Guggenheim, em Nova Iorque e comenta a carreira do fotógrafo Robert Mapplethorpe, que …
7
03:04
Netflix: comédia argentina fala sobre arte e amizade
O cinema argentino nos brinda com mais um grande filme, disponível agora na Netflix. “Minha obra-prima” é um filme para …
8
08:10
Netflix: 4 documentários imperdíveis para repensar a vida
A Netflix disponibiliza documentários sobre variados temas e então decidimos fazer uma seleção de quatro títulos que convidam o espectador …