Últimas notícias:

Loading...

Givaldo debocha de Deolane por ela apontar como é machista a fama dele

"Talvez tenhamos algo em comum, florzinha”, disparou o homem que vivia em situação de rua e ficou famoso por ser pego transando com uma mulher casada

Por: Redação

Givaldo Alves, que ficou conhecido como o ‘mendigo pegador de Planaltina’, debochou das críticas de Deolane Bezerra, nas redes sociais, nesta quarta-feira, 6. A advogada reclamou indignada do machismo envolvendo a popularidade do ex-morador de rua e o chamou de “nojento”.

deolane e givaldo
Crédito: Reprodução/InstagramGivaldo debocha de Deolane por ela apontar como é machista a fama dele

Em resposta, Givaldo falou da entrevista em que expôs detalhes íntimos da relação sexual com a esposa de um personal trainer. Segundo ele, as informações foram dadas à emissora a pedido da própria Band.

“Não sei porquê, porém aqui eu estou lhe dando a oportunidade de entender se assim você quiser. A Band me pediu que eu relatasse detalhadamente tudo que aconteceu naquele dia, que seria cortado para ir ao ar, porém a Band nunca divulgou, pois o material vazou e a mesma Band divulgou uma nota que repudia este ato criminoso e que está apurando os verdadeiros culpados”, declarou ele.

E foi então que feio o deboche, Givaldo aproveitou para alfinetar a ascensão da popularidade de Deolane, após a morte de MC Kevin, seu marido na época.

Ele debochou: “Pensei: ‘talvez você esteja indignada por o mendigo haver ganho fama e notoriedade, ainda que por um tragédia’, mas aí pensei: ‘talvez tenhamos algo em comum, florzinha’”, insinuando que a advogada tenha se aproveitado da situação.

Anteriormente, pelos stories do seu Instagram,  Deolane soltou o verbo sobre a fama de Givaldo. “Gente eu vou falar uma coisa para vocês, eu estou com um ranço de entrar na internet e ver esse mendigo, que Deus me perdoe, senhor”, iniciou a advogada.

“E esse monte de mulher dando atenção para esse cara nojento! Olha, pelo amor de Deus, gente, para! Povo tratando o cara como se ele tivesse salvado alguém da morte”, reclamou Deolane.

“O cara ajudou a afundar uma mulher e as outras ainda em cima, dando beijo, abraço, tatuagem. Ajuda, hein?”, pontuou. “Vamos raciocinar, pensar na vida, a mulher tá até agora transtornada numa cliníca psiquiatrica e esse cara dando risada por aí. Um monte de mulherada linda agarrando, beijando… me julguem”, finalizou.

Compartilhe:

?>