Globo erra moralmente em manter Pétrix no BBB, mas acerta na audiência

Decisão de manter o ginasta na casa, mesmo após acusações de assédio sexual e de trapacear para atender o Big Fone, foi vista com maus olhos pelas redes

Por: Maurício Thomaz

A Rede Globo anunciou ao vivo, durante o BBB20, na noite deste domingo, 2, que o resultado do Big Fone, em que Pétrix (Camarote) basicamente atropelou Pyong (Camarote) para atender o telefone e indicou o brother ao paredão, está mantido. Assim, Pyong e Pétrix seguem no paredão, junto com a companhia de Babu (Camarote) e Hadson (Pipoca).

petrix pyong bbb20
Crédito: Reprodução/TV GloboPétrix e Pyong no BBB20

A notícia foi anunciada pelo apresentador Tiago Leifert:

“Eles acabaram se trombando, vamos ver o lance outra vez, agora por outros ângulos. Depois de ontem, conversamos com muita gente, muitas opiniões, inclusive de vocês. Foi impossível chegar a uma conclusão. Uma coisa a gente concorda e eu já até falei ontem: não houve agressão, houve por parte dos dois imprudência. Houve um excesso de vontade, mas o BBB não quer que eles tenham essa atitude”, afirmou.

Essa não foi a primeira vez que a Globo passou pano para Pétrix na casa do BBB20. O brother foi acusado nas redes sociais de ter assediado Bianca Andrade (Camarote) e Flayslane (Pipoca) em algumas oportunidades.

Tanto que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, abriu inquérito para investigar se o ginasta de fato cometeu assédio sexual.

As redes sociais pediram a expulsão do brother, mas a Globo não atendeu à demanda. Errou moralmente, mas acertou em prol de sua própria audiência, já que esse tipo de pessoa gera o interesse das redes sociais.

Compartilhe:

Tags:#BBB
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Maurício Thomaz

Editor Executivo de Redação. Libriano com traços piscianos. Amante da praia e do concreto. Rolês no centro de São Paulo são os meus preferidos. Mas que tal falar de política e de futilidade num boteco com cerveja barata?!