Glória Maria rebate polêmica: ‘Nunca serei politicamente correta’

A jornalista publicou um vídeo em que aparece desfilando pela Mangueira, em 1988

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A jornalista da TV Globo, Glória Maria rebateu, nesta terça-feira, 29, a polêmica em que se envolveu após entrevista que deu a Joyce Pascowitch, do canal Glamurama, na última sexta-feira. A apresentadora do Globo Repórter publicou um vídeo em seu perfil no Instagram com a seguinte legenda: “Nunca serei politicamente correta”.

Glória Maria
Crédito: Reprodução/InstagramGlória Maria rebate polêmica: ‘Nunca serei politicamente correta’

Glória Maria publicou um vídeo em que aparece desfilando pela Mangueira, em 1988. Naquele ano, o tema do desfile da Estação Primeira era “100 Anos de Liberdade, Realidade Ou Ilusão?”.

“32 anos atrás. Orgulho da minha vida. Da minha história!! Nunca serei politicamente correta! Acho um saco! Sou livre. Rebelde! Ninguém vai me dizer como tenho que viver!”, escreveu Glória Maria.

O nome da apresentadora ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter, entre segunda e terça-feira por causa da declaração que deu na entrevista à Joyce Pascowitch.

Glória Maria afirmou: “Eu acho tudo isso um saco. Hoje tudo é racismo, preconceito e assédio. A equipe com que trabalho me chama de ‘neguinha’, de uma forma amorosa e carinhosa. Estou mais de 40 anos na televisão, já fui paquerada, mas nunca me senti assediada moralmente. O assedio é algo que te fere, é grosseiro, desmoraliza. Existe uma cultura hoje que nada pode. Tem que ter uma diferenciação, não dá para generalizar tudo. O politicamente correto é um porre. Acredito que o politicamente correto é o caráter, a honestidade. Esse mundo que a gente está vem muito da amargura das pessoas, não aceito”.

Na internet, a apresentadora do Globo Repórter foi criticada por internautas. “Acho muito triste uma mulher negra desmerecer a luta da mulher negra. E muito mais triste saber que esta mulher é a Glória Maria. Não é que hoje tudo é racismo: VIVEMOS EM UMA SOCIEDADE RACISTA E AGORA A GENTE GRITA ISSO. Que lindo que ela nunca sofreu racismo, mas eu sim e dói”, escreveu um internauta.