Jornal Nacional exibe vídeo antigo de Cavani como se fosse atual

Telejornal ‘enganou’ público ao não contextualizar reportagem

Por: Redação
Jornal Nacional exibe vídeo antigo de Cavani como se fosse atual
Crédito: Reprodução/InstagramEdinson Cavani, jogador da seleção do Uruguai

O “Jornal Nacional“, da TV Globo, cometeu um erro na edição da última terça-feira, 3, ao exibir um conteúdo antigo como se fosse atual em uma reportagem sobre Edinson Cavani, atacante do Uruguai.

Na matéria, o jogador aparece em um vídeo ouvindo a cantora brasileira Marília Mendonça enquanto alonga suas pernas com a ajuda de um preparador físico.

Edgar Alencar, repórter do telejornal, não explicou que a gravação teria sido feita há nove meses, no dia 3 de outubro de 2017, dando a entender que o conteúdo foi divulgado durante a Copa do Mundo da Rússia.

Para completar, o jornalista informou sobre o edema na panturrilha esquerda do atleta, lesão sofrida no jogo contra Portugal pelas oitavas de final do Mundial, o que poderia impedir a escalação do jogador na partida contra a França, na próxima sexta-feira, 6.

O repórter, então, disse que “nos últimos dias”, Cavani tem aparecido mais em suas redes sociais e publicou um vídeo ouvindo a sertaneja enquanto “recebe tratamento”.

jornal nacional exibe vídeo antigo de Cavani como se fosse atual
Crédito: Reprodução/InstagramVídeo de Cavani exibido no “Jornal Nacional”

“Nos últimos dias, tem sido mais fácil ver o Cavani nas redes sociais do que no campo. Em um dos vídeos, ele recebe tratamento enquanto ouve a cantora brasileira Marília Mendonça. É a receita que pode ajudar o Uruguai a ir completo disputar uma vaga para uma das semifinais: gelo, anti-inflamatório, paciência e um pouco da nossa música sertaneja”, encerrou o repórter.

Esta não é a primeira vez que o “JN” comete uma falha. Em outubro de 2017, Heraldo Pereira e Sandra Annenberg  transmitiram um pedido de desculpas da TV Globo ao artista plástico Felipe de Freitas e Silva.

Isso porque o telejornal exibiu a foto do rapaz como um dos suspeitos no caso do túnel perfurado para roubar o Banco do Brasil, em São Paulo (SP).

O canal alegou que a foto de Felipe foi repassada pelo dono do imóvel, que garantiu que a imagem do artista era a mesma que estava no WhatsApp do rapaz que havia alugado o imóvel.

“O ‘Jornal Nacional’ publicou uma foto que, segundo o dono da casa, seria o homem que havia alugado o imóvel, com quem encontrou pessoalmente”, iniciou o repórter Cezar Galvão em reportagem gravada.

Depois, a apresentadora completou: “O homem da foto se chama Felipe de Freitas e Silva e mora no interior do Mato Grosso do Sul. Por meio do advogado, ele enviou uma nota dizendo que nada tem a ver com o caso do túnel e que nem passagem pela polícia tem”.

Por fim, Heraldo pediu desculpas pelo ocorrido: “Por esse motivo pedimos desculpas ao artista plástico pelo erro involuntário”.

Compartilhe: