CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Jornalistas da Globo se sentem coagidos a mudar esquema de salários

Profissionais apontam ‘obrigação’ disfarçada de ‘proposta’ pela emissora

Por: Redação

A Globo iniciou uma série de mudanças na contratação de seus colaboradores, mas muitas delas não estão sendo aceitas como a emissora planejava.  Os jornalistas da sede do canal em São Paulo, por exemplo, estão se sentindo coagidos a aceitar uma proposta de mudar o vínculo com a emissora de PJ para CLT.

Crédito: Reprodução/TV GloboJornalistas da Globo estão insatisfeitos com proposta, que mais parece uma obrigação perante os contratados

A Globo estaria propondo aos jornalistas e executivos pagar os mesmos salários que eles recebem atualmente como PJ, contudo, agora CLT. Porém, com isso, os funcionários perderiam a estabilidade que um contrato de três ou quatro anos oferece, pois podem ser demitidos com o pagamento de apenas um salário, no caso, do aviso prévio.

De acordo com o “Notícias da TV”, embora a oferta pareça vantajosa – pois a empresa passaria a pagar mais por cada profissional em regime CLT –, os colaboradores  estão se sentindo desconfortáveis com a abordagem e com a forma com que a ‘proposta’ foi feita, alegando que se sentem na obrigação de aceitar tal mudança sem ‘bater o pé’, do contrário, perderão o emprego.

Ainda segundo a publicação, outra questão que está incomodando os profissionais é a de que, como celetistas, eles passam a ganhar menos em valores nominais, por causa dos descontos de folha de pagamento.

“Acho isso escandaloso. A emissora está nos obrigando a aceitar uma mudança para se livrar de multa e processo na Justiça”, disse um profissional ao site.

Segundo ele, a ideia da Globo é a seguinte: após dois anos do encerramento dos contratos de PJs, a emissora se livrará de possíveis processos por direitos celetistas, podendo assim, demitir quem hoje é PJ a um custo relativamente baixo.

A Globo, por sua vez, nega tal articulação.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.