Últimas notícias:

Loading...

José de Abreu ironiza Regina Duarte após indicação da atriz ao governo

"Mulher ideal para governo Nazista", disse o ator e colega de emissora da atriz

Por: Redação

José de Abreu fez críticas a Regina Duarte, após o nome da atriz ser mencionado para ocupar o cargo de Secretária da Cultura do governo Bolsonaro, após a demissão de Roberto Alvim.

josé de abreu e regina duarte
Crédito: Reprodução/InstagramJosé de Abreu diz que não respeita quem defende fascista

“A mulher ideal para participar do governo nazista-homofóbico-miliciano”, escreveu seu colega de profissão e de Globo, na legenda de uma declaração da atriz, na qual fala que o presidente é uma pessoa “doce”.

Em outra postagem, o veterano tirou sarro de uma foto em que Regina aparece ao lado de Fidel Castro, e outra em que está ao lado de João Dória. “Foto 1: Antes de usar ponto. Foto 2: depois de usar ponto”, ironizou.

Em uma terceira, ele critica o fato de a atriz ter dito que o governo Bolsonaro “respeita seu povo”. “Seu povo, o povo dele, não o povo brasileiro: ministros analfabetos, milicianos, corruptos, nazistas, militares e policiais assassinos, torturadores, pedófilos. Realmente, ela está preparada para o cargo”.

Vale lembrar que a rixa política entre José de Abreu e Regina Duarte não é de agora. Em outubro de 2018, o famoso se disse indignado ao descobrir que a atriz é apoiadora de Bolsonaro. “Respeitei a posição de Regina Duarte enquanto ela apoiava a direita democrática com Serra, Alckmin, FHC, Doria. Quando apoiou o impeachment. Mas não respeito artista que apoia fascista. O fascismo odeia nossa profissão e nossa classe. Elimina quem discorda e quem é ‘diferente’”, postou em seu perfil no Twitter na ocasião.

CONVITE ACEITO

A atriz Regina Duarte aceitou o convite de ocupar o cargo de Roberto Alvim – demitido na última semana – da Secretaria Especial da Cultura no governo Bolsonaro, e afirmou que começa na próxima terça-feira, 21, o período de testes.

Após participar de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Rio de Janeiro, Regina disse vai “noivar” com o governo. Saiba os detalhes abaixo: