Movimento ensina como viver com no máximo 37 peças no armário

Por: Pra Onde vai Agora? | Comunicar erro

Centenas de peças de roupas, acessórios e sapatos e mesmo assim é comum achar que nunca se tem nada para vestir. Pois um movimento chamado Capsule Wardrobe (“guarda-roupa cápsula”, em tradução livre) segue na contramão do consumismo exacerbado e mostra que ter poucas e essenciais peças no armário é mais do que suficiente.

Com no máximo 37 itens – incluindo sapatos e acessórios – a ideia é selecionar peças-chave atemporais, com cores neutras e que permitam o máximo de combinações.

Mais do que simplesmente um movimento fashion, o Capsule Wardrobe é, principalmente, uma alternativa inteligente para se libertar do consumismo e tornar a vida muito mais prática, sem a necessidade de perder tanto tempo escolhendo roupas todos os dias.

Se a princípio aderir ao movimento parece inimaginável pelo número limitado de peças, quem o pratica dificilmente volta atrás. Além disso, também é comum expandir o estilo simples para cabelos – com cortes práticos – e maquiagem – dessas com intenção de parecer que não se está usando nada no rosto.

Veja alguns exemplos de peças que podem compor o Capsule Wardrobe:

capsule1
Imagens: Polyvore / Peças neutras e clássicas são fáceis de combinar
capsule2
Imagens: Polyvore / Mais e menos: preto, branco, cinza e bege. Com estas cores é possível criar looks discretos e elegantes com facilidade

O blog Becoming Minimalist fez uma lista com oito motivos para aderir à prática.

1. Menos decisões

Para pessoas que tomam várias decisões por dia, o fato de poder eliminar ao menos uma – escolher sua roupa pela manhã – as deixa com mais disposição mental e melhor produtividade durante o dia. Essa é a filosofia de Barack Obama. “Vocês verão que eu só uso ternos cinzas ou azuis. Não quero ter que decidir o que terei que comer ou usar. Eu tenho muitas outras decisões mais importantes a tomar”. Mark Zuckerberg citou um raciocínio parecido. Uma decisão desimportante a menos pela manhã leva a melhores decisões sobre coisas que realmente importam.

2. Menos tempo desperdiçado

Não temos ideia de o quanto nossas posses se tornaram um fardo até que começamos a removê-las. Quando fazemos isso, imediatamente descobrimos uma nova vida de liberdades e oportunidades.

3. Menos stress

Especificamente, menos stress durante o dia por causa da decisão tomada pela manhã. “Isso é formal demais? Isso é muito casual? Esse vestido é muito curto?”.

4. Menos energia gasta

Armários cheios não são requerem apenas mais decisões, eles também demandam mais manutenção e organização. Além disso, apesar de um Capsule Wardrobe não resultar necessariamente em lavar menos roupas, ele certamente facilita a lavagem e o armazenamento.

5. Se sentir bem

Uma jovem mãe do Texas descreveu sua experiência da seguinte forma: “Antes do Capsule Wardrobe, meu guarda roupas era como um buffet por quilo. A maioria das opções não era adequada, não tinha uma boa aparência ou eu simplesmente não gostava. Meu Capsule Wardrobe, por outro lado, é como um restaurante fino. Tenho menos opções, mas tenho certeza de que todas as escolhas serão incríveis. Eu não apenas tenho uma aparência melhor: eu me sinto melhor”. Fácil, versátil e sempre adequado. Essa é a promessa do Capsule Wardrobe – e apenas mais uma razão para o movimento continuar a crescer.

6. É icônico

Usar a mesma roupa todos os dias é uma forma de afirmar sua posição como protagonista. É por isso que personagens em livros nunca mudam de roupa: crianças – assim como adultos, quando eles admitem – precisam de continuidade. Adotar o hábito de usar um “uniforme” não é falta de estilo. É icônico. Uma maneira barata e fácil de se sentir famoso e de personificar sua maturidade e autoconfiança.

7. Menos gastos

Nossos armários estão cheios de roupas e sapatos que compramos, mas raramente usamos. A maior parte das compras não é baseada em nenhum tipo de necessidade. Nos anos 1930, a mulher precisava de nove roupas. Hoje, este número é em torno de 30 – uma para cada dia do mês. Viver com um Capsule Wardrobe ou adotar um uniforme icônico acaba com a maioria dos gastos com tentativa e erro na hora de comprar roupas – sem mencionar todo o tempo economizado sem ter que ir ao shopping comprar itens apenas para trocá-los depois.

8. Mais paz

Se vestir não precisa ser uma batalha diária. Se você tem quarenta anos, as roupas de quando você tinha vinte não fazem mais sentido. Se você foi mãe, as roupas que te serviam talvez não sirvam mais. E passar por todas essas escolhas pode ser doloroso. Limitar seu guarda-roupas e apenas comprar peças depois de pensar muito pode tornar seu senso de moda mais calmo e pacífico.

Compartilhe:

Autor: Pra Onde vai Agora?

Se desta vida não se leva nada, vamos sair pelo mundo e coletar memórias de lugares maravilhosos! Pra onde você vai agora?

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Pra Onde vai Agora? da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

1 / 8
1
05:00
Netflix: ‘Elisa y Marcela’ um amor à frente de seu tempo
Você já imaginou ser possível a Igreja Católica realizar um casamento entre duas mulheres na Espanha em 1901 e esse …
2
01:25
Obras de Cândido Portinari estão no ‘Google Arts and Culture’
Cinco mil obras do pintor Candido Portinari foram disponibilizadas de maneira digital pela plataforma Google Arts & Culture. Pra acessar é …
3
09:12
Copa feminina: Boletim da Tia Paulinha – Episódio 2
Cristiane meteu 3 nas redes jamaicanas e garantiu a vitória do Brasil no jogo de estreia na Copa do Mundo. Como …
4
04:32
‘Baseado em Fatos Raciais’ aborda maconha e preconceito na Netflix
Já imaginou uma aula de história, regada à jazz, rap, vinil e maconha? Gostou? Então assista ao documentário "Baseado em …
5
03:25
Trailer de La Casa de Papel dá pistas sobre a 3ª temporada
Os fãs de La Casa de Papel aguardam ansiosos pela estreia da 3ª temporada da série. Mas depois do novo …
6
02:49
Pôster de ‘Mulher-Maravilha 1984’ exibe heroína com armadura dourada
Bastou a diretora Patty Jenkins divulgar em seu Twitter, o primeiro pôster de "Mulher-Maravilha 1984", para a rede social cair …
7
15:10
Copa feminina na Catraca Livre: pegue a pipoca e solte o play!
Vai ter cobertura da Copa do Mundo de Futebol Feminino, sim! Toda semana a Catraca Livre vai trazer um vídeo …
8
02:49
Quinta temporada de ‘Black Mirror’ chega agora na Netflix
A série Black Mirror retorna em Junho na Netflix e trará, em um dos episódios, Miley Cyrus, mostrando o perigo …