MP denuncia youtuber de games Raulzito pelo estupro de duas crianças

Os abusos teriam sido cometidos por Raulzito entre fevereiro e maio deste ano, contra duas crianças de 10 e 11 anos, por pelo menos quatro vezes

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro denunciou o influenciador digital e youtuber de games Raulino de Oliveira Maciel, conhecido como Raulzito, por estupro de vulnerável envolvendo duas crianças.

MP denuncia youtuber de games Raulzito pelo estupro de duas crianças
Créditos: Reprodução/Instagram @RaulZitoYt
MP denuncia youtuber de games Raulzito pelo estupro de duas crianças

Raulzito foi preso em 27 de julho deste ano, em Santa Catarina, durante uma operação da Polícia Civil do Rio, sob suspeita de ter abusado de menores.

Nesta segunda, o Ministério Público do Rio emitiu um documento em que a promotoria também pede a prisão preventiva do youtuber investigado.

Na denúncia, o MP aponta que os abusos teriam sido cometidos por Raulzito entre os meses de fevereiro e maio deste ano, contra duas crianças de 10 e 11 anos, por pelo menos quatro vezes, na casa de uma delas, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Segundo as investigações, o youtuber se aproveitou da fama que tem no público infantojuvenil para se aproximar das crianças pelas redes sociais. Raulzito ficou conhecido como um “streamer gamer”, jogador que transmite suas partidas virtuais para o público. Ele contava com mais de 200 mil seguidores em apenas uma de suas redes sociais.

No caso apurado pelo Ministério Público, Raulzito teria começado a comentar nas fotos postadas pelo menor dizendo que tinha o desejo de conhecer os locais onde os cliques foram feitos.

A mãe da criança, sem desconfiar do youtuber, se dispôs até mesmo a hospedar o acusado em sua casa, mostrando a ele o trabalho da vítima, que também desejava seguir carreira artística.

Raulzito teria cometido os abusos contra a criança e seu irmão, no quarto dala. Segundo a denúncia, o youtuber praticou “brincadeiras de cunho sexual”.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a pena pelo crime de praticar ato libidinoso com menores de 14 anos é de oito a 15 anos de reclusão.

Como denunciar

Disque 100 recebe denúncias de abuso infantil
Disque 100 recebe denúncias de abuso infantil

Diariamente, crianças e adolescentes são expostos à violência sexual. Até abril de 2019, o Disque 100 recebeu mais de 4 mil denúncias de abuso infantil em todo o Brasil. Há algumas formas de denunciar casos de violência sexual a menores de idade:

Disque 100

Como nos casos de racismo, homofobia e outras violações de direitos humanos, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia anônima sobre casos abuso infantil pelo Disque 100. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, respeitando as competências de cada órgão.

Aplicativo Proteja Brasil

Depois de instalar o aplicativo gratuito em seu celular, o usuário rapidinho, respondendo um formulário simples, registra a denúncia, a qual será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Ouvidoria Online

O usuário preenche o formulário disponível aqui e registra a denúncia, a qual também será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.