Últimas notícias:

Loading...

Mulher dá o troco em homem que lhe mandou uma foto do pênis

Por: Redação
Samantha Mawdsley se vingou de um jeito criativo após receber fotos de pênis
Samantha Mawdsley se vingou de um jeito criativo após receber fotos de pênis

Mulheres receberem fotos não-solicitadas de pênis é algo que acontece com frequência, inclusive fora de aplicativos e redes sociais específicos de relacionamentos. Mas o caso de Samantha Mawdsley viralizou na internet pela sua genialidade: a australiana decidiu responder às fotos de nudez à altura.

Tudo começou quando Samantha postou no Facebook um comentário sobre um restaurante ao qual tinha ido. Então, um homem chamado James – que ela nunca havia visto antes – respondeu à sua publicação: “Oi, Samantha. Por favor, veja a mensagem privada que eu lhe enviei, eu gostaria de saber a sua opinião”. Para a surpresa da mulher, James havia lhe enviado uma foto do seu pênis.

Apesar do choque, a australiana não quis deixar barato, e resolveu enviar outras fotos de pênis a James. “Por que você está fazendo isso? Eu fui legal com você”, respondeu o homem, ao que Samantha disse que estava devolvendo a “simpatia”. James falou para ela parar de enviar as fotos, e até chegou a dizer: “eu não sou gay e você é uma garota, então você deveria gostar disso”.

Samantha compartilhou todos os prints da conversa no Facebook, escondendo o nome completo de James e também censurando as fotos indecentes com desenhos divertidos. Na publicação, ela afirmou: eu queria mostrar a vocês, garotos, que não é toda garota que irá ficar quieta; que vocês correm, sim, o risco de acabarem expostos; e que vocês não podem fazer isso”. Samantha acabou sendo banida do Facebook por causa da política de imagens do site – mas já disse ao site The Mirror que não se arrepende de nada.

Samantha publicou a conversa com James no seu Facebook, e disse: "eu nunca achei que testemunharia esse horror em primeira pessoa"
Samantha publicou a conversa com James no seu Facebook, e disse: “eu nunca achei que testemunharia esse horror em primeira pessoa”

Compartilhe: