Na Record, repórter é interrompida por pedido de socorro em hospital

Luize Baini falava sobre a situação da pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Sul

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Durante o Rio Grande Record, nesta quinta-feira, 13, a jornalista Luize Baini foi interrompida ao vivo por um pedido de socorro, enquanto apresentava os dados da covid-19, no estado, da frente do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

record repórter socorro hospital
Crédito: ReproduçãoNa Record, repórter é interrompida por pedido de socorro em hospital

Luize falava quando começou a ouvir gritos desesperados por socorro da acompanhante de um paciente e se desconcentrou. A jornalista pediu desculpas e explicou o que estava acontecendo. “Simone [apresentadora do Rio Grande Record], eu peço desculpas, é que nós estamos em frente a um hospital entrando ao vivo neste momento. São situações que acontecem, pacientes que chegam a todo momento. Tem algum paciente aqui que está passando mal, então isso também tira um pouco da minha concentração”, disse Luize para os telespectadores, enquanto os gritos continuavam.

O cinegrafista que trabalhava junto da repórter da Record virou a câmera e passou a mostrar o que estava acontecendo. Nas imagens, é possível ver uma mulher que ao gritar por socorro, tira uma pessoa, visivelmente muito debilitada de dentro de um carro, em frente a entrada da emergência do Hospital. Em seguida médicos da unidade chegam para socorrer o paciente.

“A gente não sabe se pode ajudar em algum momento. Peço desculpas pela interrupção, mas são coisas que acontecem. De fato, a gente não sabe como ajudar. Enfim, os funcionários do hospital já estão ajudando e recebendo esse paciente que, provavelmente, está com sintomas graves”, complementou a repórter.

No estúdio, a apresentadora Simone Santos aceitou o pedido de desculpas de Luize. “[O paciente está] passando mal, muito provavelmente. A gente não sabe o que ele está sentindo, mas a família pedindo socorro e imediatamente a gente já percebeu a equipe médica e de enfermagem encaminhando para emergência”, disse a âncora.

Compartilhe: