Últimas notícias:

Loading...

“Não me representava”, diz Carolina Dieckmann após retirar silicone

Atriz contou que amamentar o segundo filho influenciou sua decisão de retirar as próteses dos seios

Por: Redação

A atriz Carolina Dieckmann, de 43 anos,   engrossou a lista de mulheres que decidiram retirar as próteses de silicone dos seios. Em um relato ao portal Mina Bem-Estar, a artista falou sobre a decisão.

Diferentemente de outras celebridades, que relataram efeitos adversos após optarem pelo implante e por isso decidiram tirá-los, Carolina Dieckmann explicou que a decisão não foi tomada por problemas gerados pela cirurgia. Segundo ela, esses problemas nunca existiram.

Crédito: Reprodução/[email protected] Atriz Carolina Dieckmann falou pela primeira vez sobre a retirada de silicone dos seios

A atriz conta que colocou as próteses de silicone nos seios em 2008, após o nascimento de seu segundo filho 13 anos atrás. “Foi depois de amamentar. Me olhei no espelho e não reconheci meu corpo. Mais precisamente, meus seios”, relata.

“Depois de ter engordado 30 quilos [por conta da gravidez], emagrecido na marra, na base da fome e com peitos amiudados pela amamentação. Mas, naquele 2008, preenchida de ausências, e de um desejo de ser como antes, coloquei silicone”, continua a atriz.

Carolina disse que sua decisão de fazer o explante passou pela compreensão de que é natural que o corpo mude ao longo da vida.

“Durante muito tempo, nem falei sobre isso. Quase não se notava, era pequeno, combinava comigo. E além do mais, ficou lindo, que mal pode haver nisso? Mal nele em si, não vi… O mal estava em mim.  Um mal de não se compreender como ser mutante”, desabafa a atriz.

Por fim, Carolina Dieckmann refletiu sobre as motivações que levam muitas a querer passar pelo procedimento.

“O meu doce intuito com esse relato é te dizer que fiz, não me arrependi, mas se voltasse no tempo, não faria. Será que é mesmo sobre o que achamos bonito ou é justo sobre aceitação? Isso porque, apesar de ter ficado satisfeita com o resultado externo, ele nada tinha a ver com quem eu era internamente”.

Leia aqui o relato de Carolina Dieckmann ao portal Mina Bem-Estar.

?>