Obra de Romero Britto destruída pela própria compradora custa R$ 26 mil

Peça 'Big Apple' é assinada à mão; confusão partiu de suposto desrespeito do artista a funcionários de um restaurante

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Além de espedaçar um símbolo de Nova York, deixar um baita prejuízo financeiro. Afinal, a obra de Romero Britto destruída na madrugada desta sexta, 14, nos Estados Unidos, custou R$ 26 mil, ou US$ 4.800.

A obra de Romero Britto destruída na confusão custa R$ 26 mil
Crédito: Reprodução/TwitterA obra de Romero Britto destruída na confusão custa R$ 26 mil

Esse foi o valor pago pela própria pessoa que providenciou o estrago da “Big Apple”, a obra de Romero batizada com o apelido mais famoso da cidade de Nova York. A escultura era assinada à mão.

Quem a destruiu, no caso, seria a dona de um restaurante, argumentando que o artista plástico e seus amigos teriam sido rudes e desrespeitosos com os funcionários do estabelecimento.

@fayepindell19

Heres the original video since a lot of you asked! #fyp #foryoupage #funny #love #storytime #lol

♬ original sound – fayepindell19

O entrevero se deu em um encontro entre pessoas que compraram obras de Romero.

A confusão foi filmada por Faye Pindell, que teria trabalhado na galeria do artista em Miami.

Sobre a obra de Romero Britto destruída, a qual pode ser vista à venda no site do artista por R$ 26 mil (US$ 4.800), até Felipe Neto se manifestou nas redes sociais.

A 'Big Apple' à venda
Crédito: Reprodução A ‘Big Apple’ à venda

O artista postou que Romero faria uma obra com os cacos restantes da destruição da “Big Apple”.

E que, no caso, seria um quebra-cabeças, a ser vendido por R$ 799.