Padre Fábio de Melo diz que pesquisou formas de se matar na web

Em live com o jornalista Felipeh Campos, o padre falou sobre o período difícil da depressão que enfrentou há 3 anos

Por: Redação

O padre Fábio de Melo disse que pesquisou formas de se matar na internet quando teve depressão e Síndrome do Pânico, há três anos. “Ficava horas e horas do dia e da noite pesquisando na internet formas de morrer”, revelou em uma live com o jornalista Felipeh Campos.

Padre Fábio de Melo revelou que pensou em cometer suicídio
Crédito: Reprodução Padre Fábio de Melo revelou que pensou em cometer suicídio

“Foi uma sombra muito difícil de ser enfrentada, um período extremamente doloroso para mim”, afirmou o clérigo.

Para vencer esses problemas, ele lembra que repensou seu modo de vida. Entre outras decisões, interrompeu a carreira musical e diminuiu a exposição pública.

Fábio de Melo contou ainda que seu maior desafio, durante a quarentena, foi evitar que a depressão voltasse: “Minha maior preocupação foi contornar aquilo que eu sei que é uma fragilidade minha, a minha saúde emocional”.

Devido ao isolamento, ele precisou adiar vários planos de vida. “Tinha programado estudos, ficar um tempo fora do Brasil estudando e nada disso foi possível”, disse.

O padre Fábio de Melo pensou em formas de se matar. Quem passa por esse tipo de dificuldade tem vários caminhos para pedir ajuda.

Confira algumas possibilidades de auxílio.

• CAPS
Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) nas suas diferentes modalidades são pontos de atenção estratégicos da RAPS: serviços de saúde de caráter aberto e comunitário constituído por equipe multiprofissional e que atua sobre a ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar.

• Unidades Básicas de Saúde
A Unidade Básica de Saúde (UBS) é o contato preferencial dos usuários, a principal porta de entrada e centro de comunicação com toda a Rede de Atenção à Saúde. É instalada perto de onde as pessoas moram, trabalham, estudam e vivem e, com isso, desempenha um papel central na garantia de acesso à população a uma atenção à saúde de qualidade.

• UPA 24H
A Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) faz parte da Rede de Atenção às Urgências. O objetivo é concentrar os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica, atenção hospitalar, atenção domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192.

• Centro de Valorização da Vida
O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.

Também é possível acessar o site do CVV para chat, Skype, e-mail e mais informações sobre ligação gratuita, ou conferir aqui os postos de atendimento.

• Ajuda psicológica gratuita
Universidades públicas e particulares no Brasil que possuem em sua grade o curso de Psicologia normalmente possuem atendimento psicológico gratuito para a comunidade. Há profissionais particulares que oferecem cotas de atendimento psicológico social para pessoas em situações financeiras vulneráveis.

Compartilhe: