Últimas notícias:

Loading...

Por que o Globoplay desistiu dos documentários com elenco do BBB 22?

Uma produção documental sobre a vida de Arthur já estava sendo gravada, mas no fim, a empresa de streaming resolveu cancelar tudo

Por: Redação

O Globoplay não vai aproveitar as histórias de ninguém do elenco do BBB 22 para novos documentários. A decisão vai na contramão do que aconteceu ano passado, quando lançou três projetos sobre a vida pós-reality de participantes do reality. A produção com Arthur Aguiar, vencedor desta edição, que estava com o projeto ainda engatinhando, foi cancelada. A verdade é que a produção da emissora não botou fé na história de nenhum dos participantes dessa edição para realizar um grande projeto documental.

Por que o Globoplay desistiu dos documentários com elenco do BBB 22?
Crédito: Reprodução/Instagram @arthuraguiarPor que o Globoplay desistiu dos documentários com elenco do BBB 22?

O único que ganhará um documentário é Pedro Scooby, mas enão será feito pelo Globoplay. O canal Off, dedicado a esportes radicais, já está trabalhando na produção. A obra será centralizada no retorno do atleta para o surfe depois do confinamento do BBB 22. A previsão é que seja exibido ainda esse ano.

De acordo com o Notícias da TV, a Globo estudou a possibilidade de ter três produções. Além de Arthur Aguiar, o ator Douglas Silva e o atleta olímpico Paulo André Camillo também tiveram suas histórias avaliadas para projetos documentais. Mesmo com um bom número de admiradores, a emissora entendeu que não teria um retorno interessante.

A Globo estava considerando abordar a trajetória de Douglas Silva, conhecido desde criança por interpretar Dadinho em Cidade de Deus (2002), filme indicado ao Oscar em 2004.

O ex-BBB também é lembrado por sua atuação como Acerola na série Cidade dos Homens (2002-2005 e 2017-2018), personagem que lhe rendeu a indicação de melhor ator ao Emmy em 2005. O artista foi o primeiro ator brasileiro a ser indicado pela premiação internacional.

As gravações do documentário de Arthur Aguiar iniciaram antes mesmo do resultado da final do programa, conforme foi adiantado pela mãe do artista. No entanto, os trabalhos não foram considerados interessantes e a produção foi cancelada. O projeto nunca havia sido confirmado ou anunciado oficialmente pelo Globo.

Em 2021, surfando no grande sucesso do BBB 21, o Globoplay realizou três documentários. O primeiro e mais polêmico foi o “A Vida Depois do Tombo”, que mostrava como Karol Conká lidava com a rejeição recorde da história do programa.

Os outros dois foram feitos por conta da alta popularidade de Juliette Freire e Gil do Vigor após o reality. No caso da campeã, foi feita a série documental “Você Nunca Esteve Sozinha,” que conta a vida da cantora e o processo de lançamento de sua carreira no mercado musical. Já Gil teve o “Gil na Califórnia”, que narra as aventuras do economista nos Estados Unidos, onde foi estudar doutorado em economia.

?>