Web vê mensagem subliminar do ‘Altas Horas’ antes das eleições

Sandy, Roberta Miranda e Maiara & Maraísa cantaram "Como Nossos Pais", um hino contra a ditadura no Brasil

Por: Redação | Comunicar erro

Na véspera das eleições 2018, que vão definir novos presidente, governadores, senadores e deputados em todo o país, o programa “Altas Horas”, exibido pela TV Globo na noite de sábado, 6, foi visto com “mensagens subliminares”, de acordo com alguns internautas.

A atração comandada por Serginho Groismann apresentou momentos em que a internet enxergou um posicionamento contrário ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), mesmo sem o programa ter citado o nome do político.

A primeira pista que a internet identificou foi o fato de o “Altas Horas” ter recebido, em sua maioria, convidadas mulheres. Isso porque, apenas uma semana atrás, as mulheres comandaram uma das maiores manifestações pacíficas às ruas conta o candidato da bala.

O programa recebeu Sandy, Maiara e Maraísa, Roberta Miranda e Lucas Lima, e ainda contou com participações especiais de Maria Gadú e Xororó.

altas horas eleições
Crédito: reprodução/TV Globo“Altas Horas” pré-eleições é visto como mensagem subliminar pelos internautas

Outro ponto reparado pela internet foi que, justamente um dia antes das eleições, Sandy, Maiara e Maraísa e Roberta Miranda interpretaram “Como Nossos Pais”, de Belchior, conhecida na voz de Elis Regina. As cantoras reforçaram o trecho “ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais”.

altas horas bolsonaro
Crédito: reprodução/TV GloboSandy, Roberta Miranda e Maiara e Maraísa cantam “Como Nossos Pais”, um grito contra a ditadura

A música foi composta em 1976, em meio à ditadura militar, e retrata a desilusão de uma juventude reprimida, mas também fala de esperança e luta por mudanças.

https://twitter.com/correia_lena27/status/1048767312197832704

Num terceiro ponto observado pelas redes sociais, Maria Gadú participou do programa usando uma camisa em que se lia a frase “Lute como uma garota”. A artista cantou uma música com o refrão “Homem não me define. Minha casa não me define. Minha carne não me define. Eu sou meu próprio lar”.

Compartilhe: