CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Whindersson Nunes melhora da depressão e revela novos projetos

Após três meses afastado dos palcos, em agosto o humorista volta aos palcos além de desenvolver aplicativo para pessoas em depressão

Por: Redação

Whindersson Nunes melhora da depressão e revela novos projetos durante entrevista ao ‘Fantástico’, da TV Globo, neste domingo, 14.

Em abril, o humorista revelou em um desabafo no twitter que estava com depressão. Ele afirmou que já estava assim havia alguns anos. Na época o Youtuber declarou em suas postagens: “eu não sinto tanta vontade de viver” e que precisava se afastar dos palcos por algum tempo, para se tratar.

Agora, três meses depois, Whindersson falou sobre a doença e as críticas que recebia na internet.

“É justo o questionamento das pessoas. É justo. Poxa, tem tudo, tem dinheiro, tem a viagem dos sonhos, tem isso, tem aquilo. E eu que sou trabalhador, brasileiro, trabalho de 6 às 18h, tenho criança pra sustentar, tenho três filhos e isso e aquilo, eu que deveria ter. Tipo… Não é algo que me revolta, porque a pessoa fala isso. Na verdade, é um problema pra mim. Porque eu penso: ‘Poxa, realmente eu não devia ter passado por isso'”

Após o desabafo, Windersson procurou um psicólogo e um psiquiatra. Começou a fazer terapia, passou a tomar remédios, está fazendo yoga. E sentiu que precisava dar um novo sentido para a vida que estava levando.

O humorista está desenvolvendo um aplicativo para ajudar pessoas com a doença, mas que não tem dinheiro para o tratamento. “A intenção do aplicativo é conectar gente que precisa de ajuda com gente que pode ajudar. Só que essas pessoas que querem ajudar são profissionais, voluntários”, explicou.

Whindersson volta aos palcos no dia 18 de agosto, em São Paulo. “Hoje eu me sinto bem pra falar e, quem quiser perguntar, pode perguntar e eu vou falar. Eu me sinto feliz, eu me sinto uma pessoa feliz. Sinto que eu estou fazendo o que tinha pra fazer, que eu encontrei um sentido”, afirma.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.