Entre os dias 7 de novembro e 5 de dezembro o Espaço Unibanco de Cinema exibirá filmes do polêmico e visionário diretor dinamarquês, Lars Von Trier, à frente do longa-metragem “Anticristo”, em cartaz nos cinemas.

Neste sábado, dia 7, o público poderá conferir “Dançando no Escuro”, produzido em 2000 e vencedor da Palma de Ouro de Melhor Atriz (Björk) no Festival de Cannes no mesmo ano.

Além deste, outros quatro títulos estão programados para serem exibidos na Sessão Cinéfila, que acontece aos sábados, às 12h, na sala 3 do Espaço Unibanco de Cinema, os ingressos custam R$5.

divulgaçãodogville

Créditos: dogville

Cena de Dogville

Programação de 7 de novembro a 5 de dezembro

07/11 - Dançando no Escuro (Dancer in The Dark)
2000, Dinamarca, Suécia, 140 min, 14 anos
Direção: Lars Von Trier
Elenco: Björk, Catherine Deneuve, David Morse, Peter Stormare, Joel Grey, Vincent Paterson
Sinopse: Selma é uma imigrante tcheca, mãe solteira que trabalha numa usina têxtil no norte rural dos Estados Unidos. Vive numa caravana com seu filho Gene, de 12 anos. Ela esconde de todos um triste segredo: está perdendo a visão, dia após dia. Assim, luta para conseguir dinheiro suficiente para pagar uma cirurgia ao seu filho Gene, condenado geneticamente ao problema de visão. Quando um vizinho desesperado a acusa, falsamente, de roubar suas economias.
*Palma de Ouro - Festival de Cannes 2000 * Melhor Atriz (Björk) - Festival de Cannes 2000

14/11 - Os Idiotas (Dogme #2 Idioterne)
1998, Dinamarca, 117 min, 18 anos.
Direção: Lars von Trier
Elenco: Bodil Jørgesen, Jens Albinus, Louise Hassing, Troels Lyby, Nikolaj Lie Kass, Henrik Prik
Sinopse: Seguindo os preceitos do Dogma 95, é contada a história de um grupo de pessoas que fingem ter problemas mentais para conseguir regalias, se divertir e incomodar as pessoas, usando como argumento que é preciso deixar aflorar o lado idiota que existe em cada um e expor a hipocrisia burguesa. A idiotice é vista como um valor de vida que merece ser explorado em todos os seus aspectos.

21/11 – Dogville (Dogville)
2003, Dinamarca, 178 min, 18 anos.
Direção: Lars von Trier
Elenco: Nicole Kidman, Harriet Andersson, Lauren Bacall, Jean-Marc Barr, Paul Bettany, Blair Brown, James Caan
Sinopse: Estados Unidos, durante a Grande Depressão. Grace está fugindo de um bando de gângsteres. Ela chega à isolada cidade de Dogville, onde é auxiliada por Tom, um morador, que intercede em seu favor junto à comunidade local: eles a ajudam a se esconder e, em troca, ela se compromete a prestar-lhes pequenos serviços. O problema é que os bandidos intensificam a busca, o que faz com que os habitantes da cidade passem a correr perigo também. Eles querem receber mais em troca do risco ao qual estão expostos e Grace percebe que sua tranqüilidade custa mais do que supunha.

28/11 - Manderlay (Manderlay)
2005,Dinamarca/Holanda/Inglaterra/Suécia/França/Alemanha, 139 min, 16 anos.
Direção: Lars Von Trier
Elenco: Bryce Dallas Howard, Isaach De Bankolé, Willem Dafoe, Danny Glover, Lauren Bacall, Jean-Marc Barr, John Hurt, Chloë Sevigny.
Sinopse: Após terem deixado a cidade de Dogville para trás, Grace e o seu pai partem em busca de um novo lugar para viver. O seu carro pára por acaso em frente ao portão de Manderlay. Após uma breve pausa para almoçarem, quando estão prestes a partir, uma jovem negra aparece e bate desesperadamente nos vidros do carro.Grace segue-a para dentro de Manderlay e encontra um grupo de pessoas a viver como se a escravatura ainda existisse.Em 2003, com Dogville,Lars von Trier surpreendeu os críticos com uma nova maneira de fazer cinema. Dois anos depois, o diretor mostra a continuação da trilogia, que tem como tema a intolerância nos EUA.

05/12 - O Grande Chefe(Direktoren for Det Hele)
2006, Dinamarca Finlândia França Alemanha Islândia Itália Noruega Suécia, 100 min, 16 anos.
Direção: Lars Von Trier
Elenco: Jens Albinus , Peter Gantzler , Friörik Pór Friöriksson , Benedikt Erlingsson
Sinopse: Para evitar o ódio de seus funcionários ao tomar medidas impopulares em sua empresa de informática, o inescrupuloso Ravn inventa um superior, que lhe daria ordens por telefone, dos EUA. Porém, quando ele decide fazer um negócio com um empresário islandês, precisa de alguém que finja ser o suposto dono do local. Ravn, então, contrata o ator Kristoffer para ser "O Grande Chefe". Sem receber maiores informações, o ator deveria apenas assinar os papéis de venda, mas nem tudo sai como o planejado.

Mostra Lars Von Trier