Créditos:

Autora é considerada uma das mais engajadas representantes da luta pela liberdade feminina no Oriente Médio

Nesta sexta-feira, 18, o público brasileiro terá a oportunidade de conhecer de perto uma das principais representantes da moderna literatura do Oriente Médio. O Instituto da Cultura Árabe (ICArabe) e a Editora Record promovem na Casa do Saber um encontro com a escritora libanesa Joumana Haddad, autora do livro “Eu Matei Sherazade”.

Com início às 19h30 e entrada Catraca Livre, o encontro tem mediação de Soraya Smaili, diretora cultural do ICArabe, comentários e tradução simultânea de Mamede M. Jarouche  - professor de Língua e Literatura Árabes da USP e tradutor das “Mil e Uma Noites”. Na ocasião, a autora contará sobre sua trajetória, como tornou-se poeta premiada, editora do principal jornal libanês, o An-Nahar, e uma das vozes mais ativas na luta pela liberdade feminina no Oriente Médio.

Em “Eu Matei Sherazade”, a escritora desmonta o mito clássico da literatura árabe. Constrói um relato combativo sobre o que significa ser uma mulher árabe, partindo da premissa de que Sherazade, ao inventar histórias para evitar a morte, não seria um exemplo de resistência e rebelião para as mulheres, e sim de concessão e negociação de direitos básicos.

Após o encontro, Joumana Haddad autografará o livro na Livraria da Vila (piso térreo do mesmo endereço).

Encontro com a escritora libaensa Joumana Haddad

18 Nov
Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre
add Google Agenda
É sugerida a inscrição pelo telefone - (11) - 3707-8900

18 Nov

  • Sex 18/11
    • às 19:30
    • às 19:30

Catraca Livre
add Google Agenda
É sugerida a inscrição pelo telefone - (11) - 3707-8900