“Este disco não tem ‘conceito’. Também nada ‘desconstrói’. É um disco de música popular, a boa e velha música popular brasileira. Espero que isso baste.” Eis a definição do novo disco do músico Zeca Baleiro. O álbum, dividido em dois volumes e intitulado “O Coração do Homem-Bomba” será lançado num pocket show – Catraca Livre –, nesta sexta-feira, 12, na Livraria da Vila, a partir das 19h45.

Assim como no novo disco, Baleiro deve apresentar as novidades – que passam pelos temas de amor, solidão, sedução e loucura – mas também relembrar sucessos como “Telegrama” e “Alma Nova”. E, para quem quiser conferir a apresentação, é preciso chegar na Rua  Fradique Coutinho, 915 com, pelo menos, uma hora de antecedência, para receber os ingressos.

Zeca Baleiro é um maranhense de 42 anos - neto de Sírios. Seu segundo nome (Baleiro)  veio de um apelido adquirido durante a vida, por gostar muito de balas. O músico conta num texto autoral sobre sua vida que, quando estudava, carregava na mochila diversos tipos de bala. Quando os amigos queriam doces lhe pediam. De bala, passou para Baleiro. Chegou até a abrir uma loja de doces, até que a música passou a fazer parte de sua vida de forma integral.

Ele tem ainda cinco discos de ouro, com os álbuns “Por onde andará Steven Fry?”, “Vô Imbolá”, “Líricas”, “Perfil” e “Raimundo Fagner e Zeca Baleiro”. Já mostrou seu trabalho para franceses, suíços, alemães e espanhóis.

divulgaçãoEvento marcará lançamento de seu CD

Créditos: Evento marcará lançamento de seu CD

Evento marcará lançamento de seu CD

Imagem Autor

Jornalista, amante da comunicação.

+ posts do autor

Zeca Baleiro