É bem comum nós, brasileiros, ficarmos mais empolgados quando temos uma viagem internacional marcada. Mas não é novidade que o Brasil possui paraísos incríveis de norte a sul, leste a oeste, que deixam muitos destinos do exterior “no chinelo”.

Torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

Créditos: Torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

Torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

Recentemente, me deparei com esse sentimento: “Uau! Tanto tempo viajando para fora, e adiei anos e anos para vir conhecer este lugar, que estava tão pertinho de mim”. Esse lugar era a Floresta Amazônica, que você precisa ir ao menos uma vez na vida.

Eis aqui alguns motivos:

  • Você pode assistir ao nascer do sol a 50 metros de altura, e estar por cima da floresta (já que as árvores tem entre 25-45m).
Nascer do sol do alto da torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

Créditos: Nascer do sol do alto da torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

Nascer do sol do alto da torre de observação do Cristalino Lodge, Floresta Amazônica

  • E pode ver a olhos nu um fenômeno chamado “rios voadores” - massas de ar carregadas de vapor d’água que levam umidade da Amazônia até o Sudeste e Sul do Brasil (viu só como é importante preservar essa floresta?).
Fenômeno dos "Rios Voadores" visto do alto da Torre de Observação do Cristalino Lodge

Créditos: Fenômeno dos "Rios Voadores" visto do alto da Torre de Observação do Cristalino Lodge

Fenômeno dos "Rios Voadores" visto do alto da Torre de Observação do Cristalino Lodge

  • Pode se hospedar em lodges rústicos e também em hotéis boutique, com todo o conforto do mundo, bem no meio da selva. Como o Cristalino Lodge, em Alta Floresta-MT, no sul da Floresta Amazônica.
Hotel Cristalino Lodge, em Alta Floresta, MT - Sul da Floresta Amazônica

Créditos: Hotel Cristalino Lodge, em Alta Floresta, MT - Sul da Floresta Amazônica

Hotel Cristalino Lodge, em Alta Floresta, MT - Sul da Floresta Amazônica

  • Que tal um banho de rio? Super revigorante!
Nadando no Rio Cristalino, na Floresta Amazônica

Créditos: Foto: Flickr / Barnaby Wasson

Nadando no Rio Cristalino, na Floresta Amazônica

  • Na Floresta Amazônica, você pode ver de perto animais selvagens, como as simpáticas ariranhas.
Ariranhas da Floresta Amazônica

Créditos: Ariranhas da Floresta Amazônica

Ariranhas da Floresta Amazônica, no Rio Cristalino

  • Sabia que as aves mais lindas do mundo estão lá? Acordar com o canto delas é mágico.

Créditos:

Araras

  • Descer um rio de caiaque é uma sensação deliciosa...
Descendo o Rio Cristalino, na Amazônia, de caiaque

Créditos: Descendo o Rio Cristalino, na Amazônia, de caiaque

Descendo o Rio Cristalino, na Amazônia, de caiaque

  • Assistir ao pôr do sol de DENTRO do rio também é demais. Belíssimo!
Pôr do sol no Rio Teles Pires, no Sul da Floresta Amazônica

Créditos: Pôr do sol no Rio Teles Pires, no Sul da Floresta Amazônica

Pôr do sol no Rio Teles Pires, no Sul da Floresta Amazônica

  • Na Floresta Amazônica você pode conhecer árvores tão velhas e tão grandes que requerem mais de seis pessoas para poder abraçá-las.
Tentando abraçar uma Castanheira que tem entre 500 a 700 anos de idade, na Reserva do Cristalino, Amazônia

Créditos: Tentando abraçar uma Castanheira que tem entre 500 a 700 anos de idade, na Reserva do Cristalino, Amazônia

Tentando abraçar uma Castanheira que tem entre 500 a 700 anos de idade, na Reserva do Cristalino, Amazônia

  • Lá, você também pode se balançar em uma delas, no maior estilo Tarzan. Que tal?
Em uma das trilhas da Reserva do Cristalino, na Floresta Amazônica

Créditos: Em uma das trilhas da Reserva do Cristalino, na Floresta Amazônica

Em uma das trilhas da Reserva do Cristalino, na Floresta Amazônica

Leia aqui outros muitos motivos para ir para a Floresta Amazônica e muitas dicas.
E aí, ficou com vontade de ir?

Por Lala Rebelo, publicitária, consultora de viagens e autora do blog LalaRebelo.com, no qual compartilha suas experiências, dicas e elabora roteiros personalizados para outros viajantes. Com 27 anos, já esteve em mais de 50 países. Instagram @lalarebelo_travelblog /// Facebook /lalarebelotravelblog /// Snapchat lalarebelo

Imagem Autor

Lala Rebelo é autora do blog de viagens LALAREBELO.COM. Já morou em 6 países e viajou para mais de 60. Apaixonada por culturas diferentes, piscinas e azul turquesa.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.