A Rússia é um país fantástico. O lugar que vai te fazer dizer mais 'uau' por metro quadrado, pois mexe com o imaginário de qualquer um.

Confira uma lista com 11 motivos para você conhecer o país (acho que nem precisa de onze, no terceiro você já estará convencido, mas vamos lá...):

1. Você se sentirá em um desenho animado de princesas com tantos castelos e palácios espalhados pelas cidades. Quem lembra do desenho animado da Anastásia??

Palácio de Inverno em São Petersburgo

Créditos: Lala Rebelo

Palácio de Inverno em São Petersburgo

2. As igrejas parecem ter sido feitas de sorvete com cobertura de chantilly colorido!

Catedral de São Basílio em Moscou

Créditos: Lala Rebelo

Catedral de São Basílio em Moscou

3. O souvenir típico é muito divertido: a MATRIOSHKA. Bonequinhas que são guardadas umas dentro das outras… Há famílias de matrioshkas com mais de 30 integrantes!

Matrioshkas nas lojas de souvenirs da Rússia

Créditos: Lala Rebelo

Matrioshkas nas lojas de souvenirs da Rússia

4. As praças são tão gigantes que você poderia correr uma maratona nelas.

Praça Vermelha em Moscou

Créditos: Ricardo S. Amaral

Praça Vermelha em Moscou

5. O que são essas estações de metrô, chiquérrimas?? São chamadas de “palácios para o povo”.

Estação de metrô Komsomolskaya em Moscou

Créditos: Lala Rebelo

Estação de metrô Komsomolskaya em Moscou

6. Os nomes das marcas internacionais ficam muuuuito engraçados quando escritos no alfabeto da Rússia, o cirílico.

Marcas famosas escritas em russo (alfabeto cirílico)

Créditos: reprodução

Marcas famosas escritas em russo (alfabeto cirílico)

7. A gastronomia é cheia de pratos parecidos com os nossos, brasileiros. Que tal um strogonoff original?? Delícia!! Curiosidade: o prato foi criado por causa do Conde Stroganov, que tinha problemas nos dentes e só podia comer carne picadinha. 

Prato de strogonoff no restaurante TZAR em São Petersburgo

Créditos: Lala Rebelo

Prato de strogonoff no restaurante TZAR em São Petersburgo

8. Existem “cidades” subterrâneas criadas para proteger os governantes soviéticos de bombardeios atômicos – os misteriosos Bunkers (que também há em outros países). Dizem que existem novos Bunkers para proteger os atuais políticos… Mas, claro, ninguém sabe onde estão!! Nós fomos no do Stálin (o bunker 42), que está a 67 metros de profundidade e tem capacidade para 600 pessoas viverem por 1 mês.

Bunker 42 - o bunker de Stálin - em Moscou

Créditos: reprodução

Bunker 42 - o bunker de Stálin - em Moscou

9. A noite TUDO fica completamente iluminado. Eu AMO Paris, mas tenho que confessar que "cidade luz" é um título que merece ser de Moscou ou São Petersburgo. 

Igreja do Sangue Derramado em São Petersburgo

Créditos: Lala Rebelo

Igreja do Sangue Derramado em São Petersburgo

10. Na Rússia você pode ir no MELHOR ballet do mundo, no SEGUNDO MELHOR ballet do mundo, no TERCEIRO MELHOR ballet do mundo, no QUARTO MELHOR ballet do mundo... E assistir aos famosos espetáculos: O Lago dos Cisnes, Giselle, O Quebra Nozes, A Bela Adormecida… Dançados de um jeito que você nunca viu. Perfeição define.

Ballet "O Lago dos Cisnes" no Teatro Bolshoi, em Moscou

Créditos: Lala Rebelo

Ballet "O Lago dos Cisnes" no Teatro Bolshoi, em Moscou

11. E por fim, em alguns dias de junho, NÃO HÁ NOITES. O fenômeno se chama NOITES BRANCAS. Siiiim, dias eternos!! \o/

São Petersburgo de madrugada, durante o fenômeno Noites Brancas

Créditos: reprodução

São Petersburgo de madrugada, durante o fenômeno Noites Brancas

E aí, ficou convencido?

Para quem ficou com vontade de conhecer a Rússia, clique aqui para dicas completas de Moscou e São Petersburgo, as duas principais cidades.

Imagem Autor

Lala Rebelo é autora do blog de viagens LALAREBELO.COM. Já morou em 6 países e viajou para mais de 60. Apaixonada por culturas diferentes, piscinas e azul turquesa.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.