Agora é a época ideal para quem curte ondas que podem alcançar até 30 metros de altura. Onde? Na pitoresca cidade de Nazaré, no litoral de Portugal.

_MG_7176

Créditos: "Mal Passado" - Divulgação

Vista panorâmica de Nazaré, no litoral de Portugal

Ruas tranquilas, a arquitetura colonial dos prédios de três ou quatro andares, moradores gentis, pescadores secando peixe ao sol, restaurantes especializados em bacalhau regado a um dos melhores azeites do mundo e acompanhado do bom vinho da terra. Nada revela, porém, que bem ali ao lado, na Praia do Norte, o Canhão de Nazaré está para mandar bala, detonando as maiores ondas do mundo.

McNamara

Créditos: McNamara

Na foto, o havaiano Gareth MacNamara surfa uma das ondas gigantes de Nazaré, no litoral de Portugal

Parece filme de ficção. De repente, aquele mar azul safira, calmo até alguns minutos antes, começa a formar vagalhões de cinco metros de altura, para logo a seguir arremessar uma gigante de 10 metros. É o sinal que o canhão está pronto para disparar sua onda arrasa-quarteirão. E não demora muito para ela surgir. Sei lá que altura alcançou...alguns calcularam de 15 a 20 metros.

Instituto_Hidrografico_de_Portugal

Créditos: Instituto_Hidrografico_de_Portugal

A explicação para as ondas gigantes do Canhão de Nazaré não é simples, mas vamos lá: um vale submarino de grandes dimensões, com idade geológica que coincide com a criação do Atlântico, se formou ao lado dos rochedos que costeiam essa praia. Em alto mar a boca desse cânion é enorme e a água entra em grande quantidade. Mas perto da praia o vale se afunila e a força da água que passa por esse afunilamento aumenta consideravelmente criando ondas descomunais.

Essas ondas desafiam experiências únicas para os surfistas. Foi o caso do havaiano Gareth MacNamara que conseguiu surfá-la e o da brasileira Maya Gabeira, em 2013, mas que por pouco não morre afogada.

[img class="wp-image-810646 size-full" src="https://catracalivre.com.br/wp-content/uploads/sites/11/2016/10/MG_8700.jpg" alt="_MG_8700" width="772" height="515" ]

Vista da pitoresca cidade de Nazaré, no litoral de Portugal[/img]

Poucas experiências em viagens são tão atordoantes quanto presenciar o espetáculo das ondas gigantes. Mas essa típica vila de pescadores, bucólica, acolhedora e hospitaleira, não se resume exclusivamente a praia do Norte, Agora, com o “Canhão” a toda, ela reúne uma moçada que a noite curte baladas e festas que acontecem em diversos bares da cidade.

Nazaré, sem dúvida, é um pedaço de terra privilegiado do litoral lusitano, a menos de duas horas de Lisboa, onde o mar é o grande homenageado dessa vila portuguesa.

Como ir

A melhor opção hoje para Portugal é viajar pela TAP, que além de preços promocionais oferece uma gratuidade de stopover de até três dias em Lisboa ou Porto.

Outra boa sugestão para quem visita o país, principalmente para os turistas que se ligam em esportes radicais é o "Clube de Experiências", que promete descontos de até 30% em atividades esportivas e até reservas em baladas e restaurantes.

Imagem Autor

Site de viagens e descobertas. Sugestões para despertar a mudança que o viajante, mesmo sem o saber, deseja. Viajar muda também seu interior, daí “viajar para se descobrir”

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.