O Ciclo Era Digital recebe na próxima terça-feira (1/09) no Sesc Consolação o palestrante Derrick de Kerckhove. O professor canadense vai abordar o tema ‘A Inteligência Conectiva e a Era das Tags’ em conferência que terá início às 14h. Doutor em Língua e Literatura Francesas e doctorat du 3e cycle em Sociologia da Arte, Kerckhove dirigiu por mais de 20 anos o Programa McLuhan em Cultura e Tecnologia da Universidade de Toronto.

Na sequência, Kerckhove participa da mesa-redonda ‘Redes de Informação e Conectividade’ com Vinicius Pereira, da ESPM/RJ; Fernão Ciampa, do ÉMídia Embolex; Eliezer Muniz, do Canal Motoboy; com mediação de Leandro Yanaze, do ATOPOS (ECA-USP).

Idealizado pelo Centro de Pesquisa ATOPOS da ECA-USP, o Ciclo Era Digital é uma realização da Aberje (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial), da Sator Eventos e do Sesc São Paulo.

O Ciclo
Iniciado em agosto com presença do professor Pierre Lévy, o projeto foi criado para reunir os principais pensadores internacionais para discutir as transformações dos meios de comunicação digital com empresários, acadêmicos, líderes sociais, ONGs e público geral.

O evento se estende até dezembro e propõe a discussão de temas como filosofias de rede, opinião pública digital, culturas juvenis online, sociedade da informação e futuro digital da democracia. Entre os nomes confirmados estão Alberto Abruzzese, Mario Perniola, Massimo Di Felice e Michel Maffesoli.

Os ciclos serão compostos de palestras seguidas de mesa-redonda em que os participantes debaterão a difusão das novas tecnologias comunicativas digitais e seu impacto sobre nossa forma de agir e pensar.

Desafios como exclusão digital e desigualdade de acesso às novas tecnologias também serão abordadas pelos convidados de modo a apresentar caminhos para uma sociedade mais democrática, inclusiva e sustentável.

Derrick de Kerckhove
Trabalhou durante a década de 1970 como aluno-assistente e coautor de Marshall McLuhan. Aprofundou as ideias de Marshall McLuhan e, a partir delas pesquisou novos caminhos do cruzamento da comunicação com a tecnologia digital. Uma de suas pesquisas versa sobre a forma como os media podem revolucionar a pedagogia e o conhecimento. D. de Kerckhove tem oferecido seminários e oficinas em vários países sobre inteligência conectiva os quais procuram oferecer abordagens inovadoras para empresários, governos e academias.

Segundo ele, "entramos na sociedade conectiva. A nova experiência psicológica resultante dos últimos avanços tecnológicos dá origem a um novo ser humano, que combina sua subjetividade com a conectividade". É autor de vários artigos e livros traduzidos mundialmente, tais como: The architecture of Intelligence e sua obra mais famosa: The Skin of Culture é considerada o Manifesto da Psicotecnologia e sua versão brasileira (A pele da Cultura, Ed. Annablume, S. Paulo) será lançada durante o evento.

Derrick de Kerckhove