Nesta sexta-feira, 28, será inaugurado o Espaço Plínio Marcos na USP. A ideia surgiu através de uma parceria da AEUSP, O Autor na Praça e com o apoio do DCE Ocupado.

A proposta é constituir um local para a difusão da literatura e outras manifestações culturais, através da realização de atividades que promovam a discussão e a crítica sobre o papel da educação, a política e as diversas áreas do saber para a formação do cidadão enquanto agente na sociedade.

A escolha do nome de Plínio Marcos se deu por conta de toda sua trajetória e militância, denunciando através de seus textos as injustiças e o descaso de uma sociedade com os menos favorecidos, esta luta fez de Plínio um dos autores mais cassado, perseguido e censurado no Brasil.

Já estamos pensando alguns eventos no espaço, entre eles 10 anos sem Plínio Marcos e 50 anos da 1ª montagem de "Barrela", primeiro texto de Plínio, que teve uma única apresentação em Santos em 1º de novembro de 1959, “Barrela” ficou proibida e censurada por 21 anos.

No mesmo espaço acontecerá toda a programação do Arrasta pé do CRUSP:

12h às 14h – Pelada Futebolística entre Professores, estudantes da USP x APEOESP Pinheiros
14h às 20h – Inauguração do Espaço Plínio Marcos de Literatura na USP, grafitagem da lona do espaço, sarau com a participação do “Coletivo Encontro de Utopias”, integrantes da “Caravana do Cordel”, o escritor e dramaturgo Sebastião Nicomedes e “Banda Exu do Raul”
22h às 23h - Acender a Fogueira
23h - Apresentação do músico e compositor Haroldo de Oliveira com a Banda Caixote em pé
24h – Forró da Peste

Inauguração do Espaço Plínio Marcos na USP