Na noite desta quinta-feira, 30, o samba de Kiko Dinucci abre mais uma edição do  “Toca Brasil”, no Itaú Cultural. A programação reserva ainda, até o dia 3 do mês que vem, espetáculos com Samba de Rainha e Silvia Machete. Acompanhado do Bando Afromacarrônico, formado por Douglas Germano (voz e cavaquinho), Rafael y Castro (bateria e percussão), Júlio César (percussão), e Dulce Monteiro e Railídia (voz), Kiko inicia sua apresentação a partir das 20h.

divulgação Kiko Dinucci

Créditos: Kiko Dinucci

Kiko Dinucci

Paulista de Guarulhos, Dinucci mantém estreita ligação com o samba de São Paulo – desde a sua sonoridade até as letras com influências do trabalho de Adoniran Barbosa e da vanguarda paulista de Itamar Assumpção e Premê. No entanto, não dispensa referências da música negra ancestral e de ritmos caribenhos e africanos em seu trabalho. O resultado é um samba com linguagem totalmente contemporânea, que agrega ainda carimbó, jazz e afrobeat.