Em ocasião da comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos, no dia 10, a Anistia Internacional promove, entre os dias 7 e 16 de dezembro, a Maratona Mundial “Escreva por direitos”. Trada-se de uma campanha que incentiva o envio de cartas para autoridades governamentais solicitando providências para a situação de defensores de direitos humanos de diferentes países que estão com suas vidas em risco e vivendo sob ameaças.

Entenda os casos

Serão abordados seis casos específicos de defensores de direitos humanos para serem incluídos na maratona de cartas. Dois são do Brasil. Os outros são de Estados Unidos, China, Nigéria e Egito. Entenda os casos abaixo.

Participe

Na edição de 2011, a maratona conseguiu juntar mais de um milhão de apelos que, entre outros pontos, conseguiram fazer com que o governo do México assumisse a responsabilidade formal pelo estupro e pela agressão que Valentina Rosendo Cantú e Inés Fernández Ortega sofreram nas mãos de soldados mexicanos. No Azerbajão, o jovem ativista Jabbar Savalan ainda recebeu indulto e foi libertado. Ele havia sido preso por postar comentários contra o governo em uma rede social.

Neste ano , algumas cidades do Brasil receberão  pontos específicos de coletas de cartas, que serão divulgados no site da anistia durante o período da Maratona. Quem quiser enviar sem sair de casa, pode mandá=lãs para o seguinte endereço:

Anistia Internacional / Maratona de Cartas

Praça São Salvador, número 5 (casa)

CEP 22.231-170 - Rio de Janeiro, RJ