Velhos preconceitos voltaram à tona após a fim das eleições presidenciais. A vitória de Dilma Rousseff (PT), com 51,6 % dos votos e forte apoio das regiões norte e nordeste do país gerou mais uma onda de intolerância contra nordestinos, sobretudo nas redes.

twitter2

Créditos: twitter2

Mensagem como essa são crime e podem dar cadeia

Uma imagem divulgada pelo blog de Thomas Conti mostra que essa polarização entre o Brasil vermelho e azul não reflete a realidade eleitoral. Aliás, a presidente recebeu um número maior de votos nas regiões sul e sudeste do que no norte e nordeste.

mapa_intolerancia

Créditos: mapa_intolerancia

Em seu blog, Thomas Conti mostra que a realidade não é tão simples quanto estados azuis ou vermelhos

Denuncie
Liberdade de expressão não é sinônimo de falar o que quiser: discriminação e preconceito são crime (art. 20 da Lei nº 7.716/89) e esse tipo de mensagem de ódio pode dar cadeia.

Depois das eleições presidenciais de 2010, a estudante de direito Mayara Petruso foi condenada a um ano e cinco meses de prisão por postar no Twitter “Nordestisto [sic] não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado”. Sua pena foi convertida em prestação de serviços comunitários.

Ajude a denunciar esse tipo de crime para o Ministério Público Federal ou ainda pelo site da ONG SaferNet.