divulgação

Créditos: divulgação

Eduardo Cunha é excluído de grupo do WhatsApp do PMDB

Não, não é notícia do Sensacionalista. O ex-deputado Eduardo Cunha foi excluído do grupo do Whatsapp do PMDB logo após a repercussão de sua prisão preventiva. Apesar de ter tido o mandato cassado há mais de um mês, o peemedebista ainda era membro do grupo no aplicativo. As informações são do Estadão.

Administrador do grupo, o deputado Hildo Rocha (PMDB-MA) excluiu Cunha às 13h35, de acordo com relatos de parlamentares do PMDB. E você acha que isso foi feito de for inocente? Que nada. Com a exclusão, os investigadores não terão mais acesso às novas conversas da bancada, embora possam ver debates anteriores, de quando Cunha ainda era membro do grupo.

Perspicaz, não?!

No Twitter, os comentários e memes já começaram a surgir: