A plataforma Plano Feminino lançou um projeto que tem como objetivo empoderar as garotas que vivem em bairros periféricos das cidades pelo Brasil. Intitulada "Plano de Menina", a iniciativa criada em março deste ano leva informações e debates para inspirar e fazer com que as jovens de 13 a 18 anos coloquem seus planos em prática.

Todos os sábados, serão realizados workshops e brincadeiras educativas para as meninas discutirem temas como autoestima, sexo, educação financeira, liderança feminina, tecnologia e empreendedorismo. Por enquanto, o projeto está apenas nas comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro, mas a intenção é aumentar o alcance a partir de parcerias com outras marcas.

Créditos: Divulgação/Plano de Menina

O "Plano de Menina" quer levar o feminismo às periferias

Em entrevista ao Catraca Livre, Viviane Duarte, jornalista e fundadora do Plano Feminino, afirma: "Falar de empoderamento é ainda mais poderoso quando estamos realizando algo fora das mídias sociais. Queremos nos tornar agentes de transformação por meio de iniciativas que promovam a educação e a realização de planos de meninas e mulheres de todo Brasil".

Mesmo com pouco tempo de existência, a ação já teve uma receptividade bastante positiva. "É incrível ver o engajamento das meninas. Em uma escola do Grajaú, falamos com 200 jovens e 90% aderiram ao projeto. Elas querem voz e vez e merecem ter acesso à informação e oportunidades que as levem para além das dificuldades e exclusão que enfrentam no dia a dia", relata a jornalista.

Créditos: Divulgação/Plano de Menina

A iniciativa teve uma boa receptividade das garotas

A consulesa da França, Alexandra Loras, que luta contra o racismo e pela inclusão social, é a embaixadora do projeto, pois acredita na força de união das mulheres. "O conhecimento é um importante agente de transformação e queremos ser este canal", reforça ela em comunicado à imprensa.

O núcleo de conselheiras do "Plano de Menina" é formado por jornalistas, sociólogas, economistas, estilistas, publicitárias, executivas e empreendedoras. Eliane Dias, produtora do Racionais MC e advogada responsável pelo SOS Racismo, está entre as participantes da iniciativa. A ideia é criar um banco de talentos à disposição das garotas.

Créditos: Divulgação/Plano de Menina

O núcleo de conselheiras do projeto é formado por profissionais de diversas áreas

Sobre o Plano Feminino

O Plano Feminino é uma plataforma de conteúdo, mídia e consultoria em branding criada em 2010, no Dia Internacional da Mulher, pela jornalista Viviane Duarte.

O site nasceu para criar conexões relevantes entre marcas e consumidoras. Além disso, tem como objetivo desconstruir estereótipos e empoderar mulheres por meio de projetos e ações com propósito, realizando consultorias e reposicionando mensagens que fazem sentido para as consumidoras.

Imagem Autor

Feminista, vegetariana e repórter de Cidadania no Catraca Livre. ("nossas costas / contam histórias / que a lombada / de nenhum livro / pode carregar" - Rupi Kaur)

+ posts do autor