Há nove anos, Luana Pantaleoni, 16 anos, estuda no Colégio Etapa, da cidade de São Paulo, e sempre gostou do fato de não haver exigência de uniforme. Recentemente, ela tomou um susto ao perceber que as meninas começaram a ser barradas por causa do tamanho da roupa que usavam. Para aumentar o espanto, a mesma restrição não era aplicada aos garotos.

Foi então que, junto com as amigas, a estudante do segundo ano do ensino médio criou o abaixo-assinado “Vai ter shortinho sim!” no site Change.org. Em menos de um mês, elas conseguiram mais de quatro mil assinaturas e a escola recuou da determinação.

Divulgação

Créditos: Divulgação

Alunas conquistaram o direito de usar as roupas que desejam

 

“Nós já conseguimos muitas mudanças na sociedade, mas as instituições de ensino ainda têm uma postura muito machista. Houve casos de meninas barradas por usarem maquiagem, por exemplo. Isso não pode”, conta Luana. “Estas pequenas ações são as que constroem uma escola mais aberta. Eu não esperava tanto apoio. O mais legal foi que muitos meninos também deram força e assinaram a petição”, comemora.

Luana conta que a primeira atitude foi conversar com a coordenação do colégio, mas que mudou. Depois da mobilização na internet e, principalmente, da resposta oficial da assessoria de comunicação do Grupo Etapa - dono da escola - ao abaixo-assinado, as estudantes passaram a ter autonomia sobre as roupas que usam para ir à unidade de ensino.

A campanha da Luana e suas amigas inspirou uma outra mobilização. As estudantes do Colégio Criativo, de Bauru, interior de São Paulo, criaram o abaixo-assinado com o título “Não preciso me dar ao respeito porque ele é meu por direito”. A repercussão também foi grande e elas conseguiram mais de mil assinaturas. Mas, neste caso, mesmo confirmando que tem conhecimento sobre a petição, a assessoria de comunicação da escola optou por enviar esta resposta: “não recebeu nenhuma informação oficial sobre qualquer movimento”.

Se você apoia o abaixo-assinado feito pelas alunas do Colégio Criativo, assine aqui. A petição vitoriosa, feita pelas estudantes do Colégio Etapa, está em www.change.org/ShortinhoEtapa.

Imagem Autor

Qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo pode usar a Change.org para fazer a diferença. Os abaixo-assinados são a principal ferramenta que oferecemos para as pessoas lutarem pelo que quiserem: meio ambiente, saúde, educação, planejamento urbano, direito do consumidor, etc. A Change.org tem hoje mais de 150 milhões de usuários — 7 milhões de brasileiros.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.